Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Após início de inverno ameno, França enfrenta neve e onda de frio intenso

media Neve vira brincadeira para as crianças ao lado da Torre Eiffel. 05/02/18 Lionel BONAVENTURE / AFP

Depois de dois meses com temperaturas acima da média para a estação, a França se prepara para terminar o inverno debaixo de neve, que começou a cair no país nesta segunda-feira (5). Quarenta e cinco regiões estão em alerta.

A neve já começa a afetar a circulação nas estradas no centro do país, segundo um boletim do Meteo France, o Serviço de Meteorologia francês. Em algumas cidades, como Saint-Etienne, a camada já chega a 5 centímetros. Os primeiros flocos de neve da estação também chegaram a Paris, e devem continuar a cair até quarta-feira.

Os termômetros também devem registrar baixas temperaturas nesta semana, que, em algumas regiões, podem chegar a -10 e a -3 na capital. Depois de uma pausa na quinta, na sexta-feira a neve volta a cair. Uma surpresa para os franceses, que viveram o mês de janeiro mais quente e chuvoso em um século, provocando cheias em quase todo o país.

Os flocos caem sobre os famosos telhados da capital francesa e 45 departamentos REUTERS/Philippe Wojazer

Vários departamentos, como Seine Maritime, Eure, Paris e suas redondezas continuam em estado de alerta para as inundações. A neve, entretanto, não terá incidência no fenômeno, segundo Vigicrues, o serviço francês de monitoramento de enchentes.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.