Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/02 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/02 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/02 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/02 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/02 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/02 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 18/02 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 18/02 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Técnico do PSG defende maneira de jogar de Neymar: "É um espetáculo"

media Neymar REUTERS/Benoit Tessier

"A maneira de Neymar jogar é um espetáculo", defendeu o técnico do Paris Saint-Germain, Unai Emery, nesta sexta-feira (2) em coletiva de imprensa, ao comentar os lances de efeito do brasileiro durante as partidas, que vêm sendo interpretados como menosprezo pelos adversários.

"Eu o conheço desde a Espanha, eu sei como ele joga, ele é especial, ele joga assim", explicou Emery durante coletiva de imprensa antes do confronto do PSG contra o Lille, neste sábado (3) pelo Campeonato Francês. "Eu falei quando ele chegou que haveria uma adaptação dele a todos e de todos a ele".

"A maneira como ele joga é um espetáculo, é verdade que ele é inteligente e sabe como ajudar a equipe a vencer", elogiou o técnico, que define sua relação com o brasileiro como "boa".

A habilidade de Neymar, que lhe permitiu, por exemplo, dominar uma bola com as costas na partida de terça-feira contra o Rennes, pela Copa da Liga, vem incomodando os adversários, que enxergam certo menosprezo em sua atitude.

O brasileiro também foi criticado por não ajudar o jogador do Rennes Hamari Traoré a se levantar durante a partida ao fingir estender a mão ao adversário. Depois Neymar explicou que repetiu uma brincadeira que costuma fazer com amigos.

"Só porque você é um gênio você tem que humilhar todo mundo? Respeite os adversários", criticou o ex-jogador francês Christophe Dugarry. Já para outro campeão do mundo em 1998, Emmanuel Petit, os lances do ex-craque do Barça "fazem parte do jogo".

"É um jogador de nível mundial que adoro assistir. Mas, às vezes, ele tem alguns excessos", analisou por sua vez o técnico do Lille, Christophe Galtier.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.