Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 22/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 22/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/07 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Campanha é criticada por incitar prostituição entre universitários na França

Campanha é criticada por incitar prostituição entre universitários na França
 
Caminhão com publicidade para um site de encontros na rua de Paris. 26/10/17 Anais CAQUANT / AFP

O site norueguês RichMeetBeautiful provocou um escândalo esta semana na França ao lançar uma campanha em frente às universidades propondo organizar encontros entre jovens e pessoas mais idosas. A empresa apresenta a iniciativa como uma alternativa financeira para os estudantes que não conseguem pagar suas contas.

Depois de criar polêmica na Bélgica, o site, que poderia ser traduzido como “Rico encontra Bonito”, lançou uma campanha nas ruas de Paris. Um imenso cartaz com os dizeres “Pas de prêt étudiant. Sortez avec un Sugar Daddy ou Sugar Mama” (“Não façam mais empréstimos estudantis. Saiam com um Sugar Daddy ou com uma Sugar Mama”, em tradução livre) foi colocado diante de universidades e em pontos movimentados da cidade.

O site reivindica ser o primeiro no mundo especializado em encontros entre jovens e Sugar Daddy (apelido dado aos homens mais velhos que se relacionam com moças e rapazes bem mais novos em troca de presentes ou dinheiro). A plataforma apresenta seu público como “homens e mulheres de sucesso, que procuram companhia, que não têm problemas financeiros e que, principalmente, sabem se mostrar muitos generosos”.

Incitação à prostituição

A campanha foi acusada imediatamente de incitação à prostituição. Frédéric Dardel, presidente da Universidade Paris-Descartes, onde a carreta estacionou com o cartaz, disse que a campanha é uma espécie de propaganda disfarçada para um site de escorts (de garotas e garotos de programa). Ele fez uma queixa contra incitação ao proxenetismo e explicou que, ao expor essa mensagem diante de uma faculdade, o site visa de forma direta os estudantes, um público muitas vezes precário financeiramente.

A prefeitura de Paris também criticou a campanha e pediu à Justiça que os cartazes fossem banidos. Na Bélgica, as imagens já foram proibidas.

O episódio chamou novamente a atenção para a precariedade dos estudantes na França. Segundo estatísticas, cerca de 20% dos universitários franceses vivem abaixo da linha da pobreza.


Sobre o mesmo assunto

  • França/Sociedade

    Prostituição de crianças imigrantes aumenta na França

    Saiba mais

  • França/Prostituição

    Lei francesa dá visto para prostitutas estrangeiras e pune clientes

    Saiba mais

  • Lei que pune clientes da prostituição recebe apoio e críticas na França

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.