Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/10 15h00 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 21/10 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 21/10 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Casa do Brasil é destaque na 3ª Semana do “Matrimônio” de Paris

media A Sala Lúcio Costa, um Hall de exposição da Casa do Brasil, uma das 37 residências da Cité Universitaire em Paris. Flickr/ Fred Romero

A Semana do Matrimônio chega à sua terceira edição em Paris e se consolida como evento paralelo, num trocadilho à já tradicional Semana do Patrimônio da capital francesa. A expressão “matrimônio” não possui nenhuma relação com casamentos, mas, apostando na etimologia da palavra, liga-se à herança que recebemos da “mãe”, numa tentativa de valorizar marcos arquiteturais construídos por mulheres na capital francesa.

Começa nesta sexta-feira (15) e vai até domingo (17) a 3ª Semana do Matrimônio em Paris, uma referência às obras arquitetônicas criadas por mulheres na capital francesa que recebem pouco destaque em relação às construções de seus pares masculinos. “Se o patrimônio representa a herança cultural dos pais, o matrimônio representa o das mães”, explica o jornal Le Monde em sua edição que chega às bancas nesta sexta-feira.

“Para dar mais visibilidade a estas obras, o coletivo HF, que sinaliza desde 2009 as desigualdades entre homens e mulheres (HF, Hommes-Femmes, homens-mulheres em francês) na área das Artes e da Cultura, lançou, há dois anos, a Semana do Matrimônio, que acontece ao mesmo tempo que a Semana do Patrimônio (desde 1984)”, afirma Le Monde. Entre peças matrimoniais a serem visitadas, consta a Casa do Brasil (Maison du Brésil, no título original), na Cidade Universitária de Paris, criada por Lúcio Costa e Le Corbusier, cujo mobiliário foi desenvolvido pela arquiteta e designer francesa Charlotte Perriand (1903-1999).

Ausência de referência a mulheres

"Patrimônio" vem do latim patrimônio (patri, pai + monium, aquilo que é recebido, herdado). Matrimônio, seguindo a etimologia da palavra, é o que é herdado das mães, ou das mulheres. “Gerações de meninas e rapazes cresceram nas cidades sem notar nenhum monumento público construído por mulheres e andando por ruas que levam sempre nomes de ‘grandes homens’, sendo Marie Curie a exceção que confirma a regra”, publica o jornal francês.

Na região parisiense, a terceira Semana do Matrimônio começa nesta sexta-feira no Magic Cinéma de Bobigny (Seine Saint-Denis), com uma “conferência sobre o lugar das mulheres no cinema”, conta Le Monde. “Depois, haverá passeios em Paris para (re) descobrir prédios criados por mulheres arquitetas, mas também espaços públicos ocupados por diretoras de cinema, urbanistas, pesquisadoras etc”, afirma o jornal.

No quarto distrito, um dos mais antigos de Paris, um roteiro especial levará os visitantes da 3ª Semana do Matrimônio para conhecer a história de antigas cientistas que morreram queimadas, respectivamente “a matemática e filósofa grega Hypatia, morta em 415 pelos cristãos, ou a filósofa Marguerite Porete, que foi assassinada em 1310 na praça de Grève, antigo nome da região da Prefeitura de Paris”, conta Le Monde.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.