Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 16/10 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 16/10 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 16/10 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 16/10 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 16/10 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 16/10 08h30 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 15/10 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 15/10 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Novo ataque a militares é registrado nos arredores de Paris

media Ataque a militares em Levallois-Perret Oficiais investigam ataque a militares ocorrido em Levallois-Perret, a oeste de Paris no dia 9 de agosto Thierry CHAPPÉ /AFP

Uma BMW foi lançada contra militares da Operação antiterrorista Sentinela na manhã desta quarta-feira (9) a menos de 150 metros da prefeitura de Levallois-Perret, nos arredores de Paris. O ataque ocorreu por volta de 8h da manhã, 3h da manhã em Brasília, e o motorista ainda se encontra em fuga neste momento.

Os militares do 35° batalhão de infantaria saíam para fazer a ronda habitual quando a BMW saiu em velocidade de uma alameda, atropelando os soldados. A ação não provocou vítimas fatais, mas seis militares ficaram feridos e dois deles se encontram em estado grave no hospital militar de Percy, segundo a Polícia da capital.

Uma operação especial está em curso neste momento para encontrar o carro e possíveis ocupantes. O prefeito de Levallois-Perret, Patrick Balkany, afirmou que se trata com certeza de uma "ação intencional e deliberada”.

O chefe do sindicato policial de Paris afirmou não conhecer ainda as motivações do ataque, mas insistiu que a prioridade é encontrar a BMW. O ministro do Interior da França, Gérar Collomb, disse que visitará os militares feridos no hospital. A ministra do Exército francês condenou “o ato covarde”. A seção anti-terrorista dos Promotores Paris abriu uma investigação sobre o flagrante, segundo fontes do Tribunal.

Este novo ataque acontece apenas quatro dias após o episódio do jovem com transtornos psiquiátricos que tentou realizar um ataque com faca na Torre Eiffel, no último fim de semana.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.