Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 22/09 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 22/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 21/09 15h00 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 17/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 17/09 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Moradores no sul da França constroem muro contra migrantes

media Um muro foi construído na cidade de Séméac para bloquear o acesso a um futuro centro de acolhimento para migrantes. STRINGER / COLLECTIF SEMEAC / AFP

Os moradores da cidade de Sémeac, nos Pirineus, no sul da França construíram um muro de quase dois metros de altura para bloquear a entrada de um hotel desativado que estava sendo usado como abrigo para migrantes.

Os habitantes acusam as autoridades locais de não terem sido consultados sobre o projeto de transformação do hotel em um abrigo para 85 migrantes. “Não somos contra receber imigrantes, mas é preciso levar em conta os cidadãos”, disse o líder do coletivo Séméac, Laurent Teixeira, responsável pela iniciativa. “Não há condições para receber os imigrantes”, declarou.

Segundo ele, escolas e serviços da cidade, que tem apenas 5 mil habitantes, “não vão dar conta do número de recém-chegados”. O hotel é um dos 62 estabelecimentos do grupo AccorHotels adquiridos pelo Estado francês para abrigar migrantes e solicitantes de asilo que atualmente dormem nas ruas Paris ou na cidade de Calais.

Autorização

O muro de cimento, dois metros de altura e 20 metros de comprimento foi construído na entrada do hotel, durante a noite de domingo para segunda-feira. O hotel deveria entrar em funcionamento a partir desta terça-feira. Em entrevista ao jornal La République des Pyrenées, Teixeira afirmou ter autorização para obra.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.