Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/07 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Chef carioca conquista parisienses misturando gastronomia francesa com sotaque brasileiro

Chef carioca conquista parisienses misturando gastronomia francesa com sotaque brasileiro
 
O chef brasileiro Raphaël Régo está abrindo seu terceiro restaurante em Paris Félix Vigné

O chef brasileiro Raphaël Régo vem conquistando os parisienses com um projeto ambicioso: propor uma fusão da gastronomia francesa com produtos e sabores vindos do Brasil. No RFI Convida ele fala sobre seu restaurante Maloka, que já caminha para um terceiro endereço em Paris.

O carioca Raphaël Régo desembarcou em Paris há cerca dez anos, após ter vivido cinco anos na Austrália, onde descobriu sua paixão pela cozinha. Mas foi na capital francesa que ele construiu sua carreira. Formado pelo Escola de gastronomia Ferrandi, o brasileiro trabalhou para nomes de peso, como Rebuchon, Taillevent ou ainda o hotel Costes, antes de decidir abrir seu próprio negócio. “Assim que nasceu o Oka, um pequeno restaurante de apenas 16 lugares, no 9° distrito de Paris”, relembra Rego. 

Raphaël Régo na cozinha do Maloka Divulgação

Ambicioso, o projeto evoluiu e se transformou em Maloka, que já tem uma filial, especializada em grelhados “fogo e brasa”, no sofisticado 7° distrito da capital francesa, e se prepara para abrir outro endereço no 5° distrito. “As pessoas falam que eu sou louco de abrir restaurante tão rapidamente, mas isso é uma continuidade”, explica Régo, que defende a valorização de produtos típicos brasileiros, como os cogumelos da Amazônia, produzidos na reserva Yanomami, que ele divulga em parceria com o projeto do Instituto Socioambiental.

A clientela do Maloka é uma mistura de parisienses curiosos, turistas e brasileiro saudosos. “As pessoas querem entender o que é essa fusão e essa cozinha brasileira moderna que eu proponho”. Na mesa, os clientes encontram misturas inusitadas, como foie gras com tucupi, vieira com cachaça ou ainda pão de queijo com caviar. “É o encontro do rico com o pobre”, brinca o chef, que já se prepara para participar da edição deste ano do Taste of Paris, um festival de chefs do mundo todo na capital francesa, de 18 a 21 de maio.

Para ouvir a entrevista completa, clique na foto acima ou assista o vídeo abaixo.


 


Sobre o mesmo assunto

  • Davos

    Chef brasileiro sai do Complexo da Maré para cozinhar em Davos

    Saiba mais

  • RFI CONVIDA

    Gastronomia francesa foi reconhecida no Brasil na última década, diz chef

    Saiba mais

  • Brasil-África

    Gastronomia brasileira faz sucesso em Moçambique

    Saiba mais

  • França/ refugiados

    Restaurantes franceses abrem a cozinha para chefs refugiados

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.