Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Parlamentares pedem reconhecimento do Estado da Palestina pela França

media O presidente francês François Hollande (dir.) e o presidente palestino, Mahmoud Abbas (esq.), em 7 de fevereiro de 2017. REUTERS/Jacky Naegelen

Um grupo de 154 deputados e senadores franceses de várias tendências políticas solicitou ao presidente François Hollande o reconhecimento oficial do Estado da Palestina.

"A França deve mostrar sua vontade de abandonar o beco sem saída no conflito entre Israel e Palestina ao reafirmar solenemente, em nome do direito inalienável à autodeterminação, que o povo palestino tem sólidas razões para ser reconhecido como um Estado. Está em jogo o respeito do direito internacional e a segurança de Israel", escreveram os parlamentares ao presidente francês.

"Senhor presidente, mostre-se à altura da questão e não deixe passar este encontro com a história", pedem os parlamentares franceses. Muitos grupos políticos, tanto de esquerda como de direita, estão representados entre os que assinaram a carta aberta.

O presidente palestino, Mahmud Abbas, celebrou a mensagem dos parlamentares franceses. Ele afirmou que a carta é um "sinal claro da vontade de abandonar o ponto morto em que se encontra o processo de paz, já que o governo israelense se nega a acabar com a ocupação dos Territórios Palestinos e a sua vontade de destruir por qualquer meio a solução de dois Estados", declarou.

O princípio diplomático de dois Estados, defendido pela comunidade internacional há vários anos, promove a criação de um Estado palestino ao lado de Israel para acabar com este conflito, um dos mais complicados do planeta.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.