Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 20/11 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 20/11 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 20/11 14h00 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 20/11 08h30 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 19/11 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 19/11 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 19/11 08h30 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 17/11 08h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

França: detento é morto na mesma penitenciária onde brasileiro se suicidou em 2016

media Um preso foi assassinado na segunda-feira (9) por um companheiro da penitenciária de segurança máxima de Vendin-le-Vieil, no norte da França. captura de vídeo

As autoridades judiciárias francesas investigam o massacre de um detento na penitenciária de segurança máxima de Vendin-le-Vieil, próxima de Lens, na região norte do país. O crime aconteceu na segunda-feira (9) no mesmo estabelecimento em que um detento brasileiro se suicidou no ano passado.

Segundo o jornal La Voix do Nord, a vítima, identificada como Geoffrey Debouver, de 27 anos, teve o crânio esmagado por um ou dois presos que conseguiram entrar em sua cela. O corpo da vítima apresenta marcas de estrangulamento e será submetido à autópsia na quarta-feira (11).

Debouver cumpria pena de 20 anos de reclusão por ter assassinado um amigo, em dezembro de 2011, em uma briga causada por uma plantação de maconha. O detento foi morto em pleno dia, por volta de 14h30 no horário local (11h30 de Brasília).

Dois suspeitos são interrogados para esclarecer as circunstâncias do massacre. Um deles, de 28 anos, cumpre pena de 20 anos, enquanto o segundo, de cerca de 50 anos, foi condenado à prisão perpétua por ser reincidente. Segundo a imprensa local, o crime teria sido cometido pelo mais velho, já que o mais jovem estava na cela do morto para ajudá-lo a escrever uma carta. O principal suspeito teria dito: "pronto, está feito".

As autoridades francesas buscam esclarecer a autoria do crime e por que não havia um agente penitenciário próximo da cela no momento em que Debouver foi atacado.

Penitenciária recente tem histórico movimentado

Interior da Prisão Vendin le Vieil © Nicolas Fussler/ apij.justice.fr

A penitenciária de Vendin-le-Vieil foi inaugurada em setembro de 2014, no âmbito de um plano de modernização do sistema carcerário francês. Apesar do pouco tempo de funcionamento, a estrutura, com capacidade para 230 presos de alta periculosidade, condenados a longas penas de reclusão, já teve dois agentes feitos como reféns e o suicídio do detento brasileiro.

No dia 17 de novembro de 2016, um brasileiro de cerca de 40 anos, que não teve a identidade revelada e cumpria pena por estupro e roubo à mão armada, se enforcou no pavilhão do regime disciplinar por razões não esclarecidas. Ele se suicidou com a ajuda de lençóis. Seu corpo foi encontrado durante uma ronda.

O brasileiro tinha sido condenado no ano 2000 e cumpriu os primeiros anos da sentença em um presídio da região, antes de ser transferido ao estabelecimento de segurança máxima.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.