Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 17/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 17/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 17/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 17/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Vitrines de Natal se tornam atração turística em Paris

media Milhares de luzes enfeitam a loja de departamentos Printemps durante o Natal REUTERS/Jacky Naegelen

Como acontece desde o início do século 20, as lojas de departamentos de Paris se transformam para celebrar o Natal. As vitrines cada vez mais elaboradas atraem milhares de pessoas e já se tornaram passagem obrigatória para os parisienses e os turistas que visitam a capital francesa nesta época do ano.

A tradição das vitrines animadas começou em Paris no início do século 20, quando o Bon Marché, uma das mais antigas lojas de departamentos da capital – que inspirou o cenário do livro O Paraíso das damas, de Émile Zola – decidiu fazer uma decoração especial sobre uma expedição polar. A ideia atraiu tantos clientes que, desde então, todos os grands magasins de Paris rivalizam com cenografias complexas e muita criatividade para chamar a atenção dos parisienses e turistas.

As paisagens polares, aliás, continuam inspirando as equipes do Bon Marché, pois a decoração deste ano tem como tema principal os primeiros flocos de neve do inverno. Cercadas de reproduções dos tradicionais telhados cinzas de Paris, as vitrines da loja de departamentos mais luxuosa da capital francesa deu vida a flocos de neve, que cantam, dançam e atraem adultos e crianças.

Segundo a direção do Bon Marché, durante as festas de fim de ano a loja de departamentos da Rive Gauche, a margem esquerda do rio Sena, vê sua clientela dobrar. De meados de novembro, quando são inauguradas as vitrines, até o final de dezembro, são realizados entre 15% e 18% do faturamento anual da empresa.

Mais de 10 milhões de visitantes

Mas as vitrines mais visitadas de Paris são as da Galeries Lafayette e do Printemps, as duas principais lojas de departamentos da Rive Droite, a margem direita do rio Sena. Mais uma vez este ano, apesar do estado de emergência imposto pelo governo como medida de precaução contra os atentados terroristas, milhares de turistas se amontoam diante das vitrines, sem se incomodar com a presença de militares armados fazendo ronda na região. Segundo números oficiais, a cada ano cerca de 10 milhões de pessoas, adultos e crianças, admiram as decorações de Natal das duas lojas vizinhas, no Boulevard Haussmann.

A Galeries Lafayette também se inspirou na neve, com a temática “Natal Ártico”. A loja de departamentos conta a história de uma família de ursos polares que deve migrar do Polo Norte, em busca de uma nova casa. A trajetória, contada nas vitrines e também na decoração interna, é apresentada de forma lúdica e bem-humorada. No entanto, os idealizadores também esperam sensibilizar o público para o problema do derretimento das calotas polares provocado pelo aquecimento climático.

Personagens acordam dentro de loja de departamentos

Já o Printemps escolheu como protagonistas Jules e Violette, duas crianças que, durante um sonho, são transportadas e acordam dentro da loja de departamentos. Os personagens se aventuram pelos diferentes universos de produtos que podem ser comprados do lado de dentro, da moda aos perfumes, passando pelos cristais e a gastronomia fina, confirmando a vontade do Printemps de se posicionar cada vez mais como uma loja de departamentos de luxo, principalmente após ter sido comprado pelo grupo do Catar Divine Investments.

A riqueza de detalhes da decoração da loja de departamentos, que levou três meses para ser construída e duas semanas para ser montada, impressiona. Mais de 30 mil bolas de Natal foram usadas na cenografia e 13 km de fios de nylon foram necessários para dar vida às dezenas de marionetes, cujo conceito foi desenvolvido durante um ano. 
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.