Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Ladrões roubam € 5 milhões de duas turistas do Catar em Paris

media O aeroporto Bourget é utilizado principalmente para chegada de aviões privados DOMINIQUE FAGET / AFP

Duas turistas que desembarcaram em Paris na noite de segunda-feira (21) foram alvo de um assalto digno de filmes de ação. Os bandidos interceptaram o carro que saia do aeroporto e levaram cerca de € 5 milhões em joias e roupas.

As vítimas, de 60 anos, aterrissaram no norte de Paris no aeroporto do Bourget, onde chegam aviões privados. O local é usado por empresários, chefes de Estado e celebridades que desembarcam na capital francesa.

No caminho entre o aeroporto e Paris, dois homens encapuzados obrigaram o carro que as transportava a sair da estrada. Após atacarem as passageiras e o motorista com gás lacrimogêneo, ele levaram joias, roupas e bagagens, num valor estimado em pelo menos € 5 milhões, segundo a polícia.

Esse trecho da estrada que liga os aeroportos Roissy-Charles-de-Gaulle e do Bourget é frequentemente palco de roubos. Os agressores aproveitam os engarrafamentos para quebrar os vidros dos veículos e dos taxis. Eles visam principalmente os carros de luxo e potenciais turistas estrangeiros.

Assaltos tem aumentado nos últimos anos

Em outubro, o taxi que transportava o presidente de uma rede de lojas populares foi atacado por três homens na saída do aeroporto do Bourget. Eles roubaram a bagagem do executivo, provocando um prejuízo estimado em € 100 mil.

Em abril de 2015, foi a vez de uma colecionadora de arte taiwanesa ter seu taxi atacado por ladrões que levaram € 4 milhões em joias. Já em agosto de 2014 foi a vez de um príncipe saudita ser assaltado ao desembarcar no Bourget. O valor do roubo não foi divulgado.

Queda no turismo

Esses episódios, somados aos ataques terroristas de janeiro de novembro de 2015, e até mesmo a agressão de Kim Kardashian têm um impacto direto no turismo em Paris. Em um ano, a capital e sua região perderam mais de dois milhões de turistas. O museu do Louvre, o mais frequentado do mundo, viu o número de visitantes cair em 20%.

No início de novembro, o primeiro-ministro francês, Manuel Valls, apresentou uma série de medidas para aumentar a segurança, numa tentativa de atrair novamente os turistas para o país. O governo prevê um pacote de cerca de € 40 milhões, dos quais € 15 milhões seriam dedicados apenas à proteção dos turistas na região de Paris.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.