Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 22/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 22/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

França prende mais oito suspeitos ligados ao atentado de Nice

media Policiais de Nice participam de batida contra suspeitos no dia seguinte ao ataque de 14 de julho. REUTERS/Jean-Pierre Amet

A polícia francesa deteve nesta terça-feira (20) oito pessoas do círculo próximo do extremista que matou 86 pessoas com um caminhão na cidade de Nice, no dia 14 de julho passado. Segundo uma fonte policial, os suspeitos são todos do sexo masculino, de nacionalidade francesa e tunisiana. 

Os oito detidos estão sob custódia. Eles foram presos em Nice e nas localidades próximas de Saint-Laurent-du-Var e Cagnes-sur-Mer.

No dia 14 de julho, dia da festa nacional francesa, Mohamed Lahouaiej Bouhlel, um tunisiano de 31 anos, lançou um caminhão de 19 toneladas contra uma multidão de mais de 30 mil pessoas que se reuniu em frente ao mar, no Passeio dos Ingleses de Nice, para contemplar um espetáculo de fogos de artifício. O ataque foi reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Em um primeiro momento, acreditava-se que Lahouaiej Bouhlel havia atuado sozinho. Porém, a procuradoria de Paris, que coordena a investigação, disse posteriormente que ele teve cúmplices e passou vários meses planejando o ataque. Seis pessoas já foram indiciadas em crimes descritos na legislação terrorista por este atentado.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.