Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 19/11 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 19/11 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 19/11 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 19/11 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 19/11 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 19/11 08h30 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 17/11 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 17/11 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Últimas notícias
  • Alheio às críticas, Robert Mugabe diz que permanece na presidência do Zimbábue

Escritor francês publica entrevistas inéditas com grandes nomes da Bossa Nova

Escritor francês publica entrevistas inéditas com grandes nomes da Bossa Nova
 
O jornalista e escritor francês Jean-Paul Delfino rfi

O jornalista e escritor francês Jean-Paul Delfino construiu uma carreira de cerca de três décadas dedicada ao Brasil. Autor de vários livros, ele acaba de finalizar "Bossa Nova", uma obra sobre o movimento musical brasileiro, que resgata entrevistas exclusivas e inéditas feitas com artistas que já estão mortos, como Nara Leão, Ronaldo Bôscoli e Baden Powell.

O projeto de Delfino começou há 30 anos, quando entrevistou vários músicos franceses apaixonados por música brasileira, como Georges Moustaki ou Claude Nougaro, que despertaram no escritor o interesse pelos ritmos do país. Em seguida, ele foi ao Rio de Janeiro e colheu depoimentos de estrelas como Caetano Veloso, Maria Bethânia, Nara Leão e Ronaldo Bôscoli, para realizar um livro sobre o tema, algo até então inédito na Europa. “Eu achava isso uma injustiça”, conta o autor, cuja pesquisa resultou na publicação de "Brasil Bossa Nova".

Agora, três décadas mais tarde, ele decidiu explorar trechos inéditos das mesma entrevistas, com um novo olhar. “Esses artistas falam de coisas que não usei naquela época, mas que agora têm uma sonoridade bem diferente, principalmente quando sabemos o que aconteceu nos anos 1950 no Brasil, antes do golpe de Estado”, comenta o autor, que fez pesquisas complementares sobre as relações políticas entre Brasília e Washington. O resultado poderá ser lido em um livro de cerca de 500 páginas que tem publicação prevista no Brasil em 2017, antes de ser lançado na França.

Delfino também acaba de lançar, em francês, o livro "Les Pêcheurs d'étoiles", obra que retrata uma noite surrealista na Paris dos anos 1920, onde se misturam como personagens o escritor Blaise Cendrars, compositor Erik Satie e o escritor, dramaturgo e cineasta Jean Cocteau. 

 


Sobre o mesmo assunto

  • RFI CONVIDA

    Crise brasileira é uma típica luta de classes, diz escritor Bernardo Kucinski em Paris

    Saiba mais

  • Cultura

    Música é inspiração para escritores brasileiros no Salão de Paris

    Saiba mais

  • RFI CONVIDA

    Brasil precisa formar leitores, diz a escritora Guiomar de Grammont

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.