Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 21/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 21/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 21/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/09 09h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Bombeiros controlam incêndios no sul da França

media Helicóptero combate incêndio perto de Marselha. REUTERS/Philippe Laurenson

O aeroporto de Marselha (sul) voltou a operar normalmente nesta quinta-feira (11), depois de registrar atrasos em voos por causa dos fortes incêndios na região de Bouches-du-Rhône. A situação também foi controlada na região vizinha de Languedoc-Pirineus, conhecida pela cidade de Montpellier. As autoridades francesas apontam quatro feridos pelas chamas.

Os diversos focos de incêndio no sul da França são causados pela conjunção de ventos de até 100 km/h com um clima bastante seco e quente, típico do verão. As temperaturas têm sido superiores a 30°C. 

Quatro bombeiros ficaram feridos nos Pirineus, três deles com graves queimaduras. O caminhão que usavam para combater um incêndio florestal foi totalmente cercado pelo fogo.

Na região de Marselha, 500 pessoas tiveram de deixar suas casas e 1.800 bombeiros trabalham no combate às chamas, que já foram controladas. Em 24 horas, o fogo queimou pelo menos 3,3 mil hectares de garrigue, um tipo de vegetação típica de planícies costeiras.

A polícia diz ainda não ter pistas do que pode ter dado início aos incêndios, e destaca que o combate será feito de forma intensa para que eles não atinjam áreas urbanas.

No arquipélago da Madeira, em Portugal, os bombeiros anunciaram que o fogo está sob controle, embora ainda existam diversos focos em atividade. Três pessoas morreram nos últimos dias na Madeira.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.