Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/05 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/05 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 21/05 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 21/05 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 21/05 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 21/05 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/05 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/05 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Paris inaugura o primeiro hotel flutuante da França, no rio Sena

media Hotel flutuante "Off Paris Seine" tem uma piscina de dez metros de comprimento. http://offparisseine.com

O primeiro hotel flutuante da França, o "Off Paris Seine", abriu suas portas nesta quinta-feira (23). Com 58 quartos, um restaurante e uma piscina, o estabelecimento está localizado do quai Austerlitz, no rio Sena, no 13° distrito da capital francesa.

O estabelecimento único no país leva quatro estrelas. Cinquenta e quatro quartos medem 15m2, além de quatro suítes de 30m2, com vista para o cais ou para o rio Sena. O preço da diária fica entre € 150 e € 300.

O restaurante pode acolher até 80 pessoas e é aberto ao público. Já a piscina mede dez metros de comprimento por dois de largura. O hotel ainda tem uma sacada aberta de 400 m2.

Para colocar em prática o projeto do hotel flutuante, foram utilizadas 650 toneladas de madeira, cobre, zinco, couro e vidro. De acordo com a operadora imobiliária Novaxia, acionista majoritária do "Off Paris Seine", o custo total da produção foi de € 11 milhões.

Construção “um pouco louca”

De acordo com o diretor-geral da Novaxia, Christophe Sauvage, a construção do estabelecimento, que classifica de "um pouco louca”, é 100% francesa e gerou 200 empregos nos dois anos que demorou para ser realizado. "O projeto continua empregando 35 pessoas, no total, e participa da promoção de Paris como um destino de viagem", ressalta.

Com "Off Paris Seine", o arquiteto que assina o projeto, Gérard Ronzatti, tinha o objetivo de propor soluções para "reinventar os rios". Perguntado sobre a resistência do local diante de possíveis enchentes, como a que Paris viveu entre o fim de maio e o começo de junho, Ronzatti disse que o local está completamente adaptado a este tipo de intempérie. "A recente cheia do rio Sena nos permitiu realizar um um grande exercício e confirmar a segurança do hotel", disse.

Apesar de o projeto ser único, a Novaxia não descarta a possibilidade de estendê-lo a outras cidades francesas ou fora do país.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.