Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 26/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 26/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 26/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 26/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 26/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 26/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 25/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 25/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Cultura

Autor brasileiro premiado em Angoulême participa do Salão do Livro de Paris

media Marcello Quintanilha foi premiado em Angoulême Divulgação

O Livro Paris, novo nome do salão do livro da capital francesa, abriu as portas nesta quinta-feira (17) no centro de convenções Porte de Versailles.

Este ano o país convidado é a Coreia do Sul, escolhida, segundo a organização, pela identidade e cultura milenares aliadas à modernidade - um contraponto interessante que se reflete na prolífica literatura do país.

O Brasil, que foi o homenageado do ano passado, conta com um charmoso stand e uma intensa programação, que inclui mesas redondas, sessões de autógrafo e até apresentações musicais.

Entre os 22 autores brasileiros presentes no evento está o quadrinista Marcello Quintanilha, que venceu este ano o prêmio de melhor HQ Policial no Festival Internacional de Quadrinhos de Angoulême, no sudoeste da França, pelo álbum "Tungstênio".

Nessa graphic novel, ele desloca seu olhar para Salvador e acrescenta, à sua galeria de grandes personagens do cotidiano brasileiro, policiais, traficantes e moças de coração partido. Sem deixar o lirismo de lado, o autor usa uma boa dose de suspense e ação em um trabalho vibrante e surpreendente.

No sábado (19) e no domingo (20), ele dá palestras sobre a criação de HQs e autografa seus livros que estão à venda no stand brasileiro.

Escritor argentino que quer virar autor brasileiro

Nesta quinta, o gaúcho Jéferson Assumção, que está lançando o romance "Notas sobre Turíbio Núñez, Escritor Caído" (2016) e o livro de contos "Cabeça de Mulher Olhando a Neve" (2015), disse à RFI que a literatura brasileira conquistou nos últimos anos uma grande visibilidade internacional.

Jéferson Assumção Divulgação

"O salão de Paris é uma vitrine, uma janela, uma forma de se colocar em debate com outras literaturas, de poder encontrar autores, editores, com o sistema literário mais ampliado." Ele está em contato com editoras na França para traduzir o livro em francês.

Seu livro mais recente, "Notas sobre Turíbio Núñez, Escritor Caído", conta as aventuras e desventuras de um escritor argentino fictício que tem o sonho de ser tornar um autor brasileiro.

"É uma obra que fala de identidade, de nomadismo, da relação da literatura brasileira com a argentina, desse amor recíproco. Traz também uma perspectiva importante para pensar sobre a autoficção, porque essa notas do título são escritas por Turíbio. E o livro tem 16 narradores que se relacionam entre si, e Turíbio sempre aparece de uma forma lateral", contou.

Livro juvenil com mensagem ecológica

Já o mineiro Rômulo Marques, que lança seu primeiro livro, o juvenil "Voos e Sonhos na Mata", no qual o leitor é convidado a entrar numa floresta fantástica e ver, com os olhos do narrador, o dia a dia, as alegrias, os conflitos e as apreensões de pássaros e humanos.

Rômulo Marques Divulgação

"Foi inspirado em fatos reais, na construção da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. Quando há uma obra assim sempre há uma promessa de preservar a floresta e os animais. Mas, quando eles explodem pra fazer uma nova barragem, eles esquecem que há animais dormindo e não conseguem se salvar nem uma cobra pode sair voando. Ficam perdidos. Tem uma consequência drástica no meio natural", afirma à RFI.

Com uma longa carreira musical, Rômulo mora em Paris e acompanha músicos brasileiros e franceses tocando baixo acústico.

Outros autores brasileiros convidados são Gabriella Scheer, Guiomar de Grammont, Adriana Brandão, Mazé Torquato Chotil, Maurício Torres Assumpção, Claudia Nina, Paloma Vidal, Alexandre Vidal Porto, Paula Fabrio, Leonardo Tonus, Simone Paulino, Paula Anacaona, Henrique Rodrigues, Jessé Andarilho, Godofredo de Oliveira Neto, Miguel Sanches Neto, Lucrecia Zappi e Lucia Bettencourt.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.