Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 22/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 22/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Imprensa fala em atentado: 18 mortos por enquanto em Paris em vários ataques

media Imagem do local de um dos tiroteios em Paris, perto de um restaurante. REUTERS/Philippe Wojaze

Tiroteios na região central de Paris matam pelo menos 18 pessoas
Jornais na TV, no rádio e na internet anunciavam vários tiroteios e bombas detonadas em Paris. Os incidentes aconteceram nos 10° e 11° distritos, na região central da capital francesa. Segundo a polícia, pelo menos 18 pessoas morreram. As especulações sobre um ataque terrorista aumentam.

Testemunhas dizem que dois homens armados entraram na casa de espetáculos Bataclan no meio de um show e abriram fogo, gritando frases ligadas à Síria Espectadores estariam sendo mantidos como reféns. A redação do jornal satírico Charlie Hebdo, alvo de um ataque terrorista há quase um ano, fica no mesmo bairro.

Perto dali, tiros foram disparados na região do Canal Saint Martin, diante de um restaurante cambojano, bastante frequentado nesta sexta-feira à noite.

Outro relato na TV fala em dois corpos encontrados desmembrados perto do restaurante. “Vi cenas de guerra”, disse uma mulher entrevistada ao vivo por um canal de TV.

Três explosões foram ouvidas na área do Stade de France, onde acontecia um amistoso de futebol entre França e Alemanha. A polícia isolou a área e retirou o presidente francês, François Hollande, que assistia ao jogo. Hollande se dirigiu ao ministério do Interior para acompanhar a evolução dos ataques.

Segundo as primeiras informações da polícia, três pessoas morram na área do Stade de France e 15 foram abatidas na casa de show Bataclan.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.