Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 20/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Com promessa de abertura espetacular, 68ª edição do Festival de Cannes começa hoje

media Foto do troféu Palma de Ouro do Festival de Cannes REUTERS/Yves Herman

Começa nesta quarta-feira (13) a 68ª edição do Festival de Cinema de Cannes. Durante as próximas duas semanas, a pequena cidade de 73 mil habitantes na costa mediterrânea da França torna-se o centro planetário da sétima arte. No dia 24 de maio, a Palma de Ouro será entregue a um dos 19 filmes escolhidos para integrar a competição principal da mostra. Nenhum deles é latino-americano. De acordo com o presidente do Festival, Pierre Lescure, a abertura será espetacular.

"A abertura será transmitida ao vivo em várias salas", conta Lescure. "Porque o filme de abertura, La Tête Haute, de Emanuelle Bercot, vai passar simultaneamente em diversos cinemas da França. Todas essas salas são equipadas digitalmente e várias delas darão aos espectadores, antes de ver o filme de Bercot, a oportunidade de acompanhar a abertura. Será um espetáculo que me lembra as atrações que passavam antes dos grandes filmes quando eu era pequeno".

Como de costume, a competição principal de Cannes se propõe a apresentar um panorama ao redor do mundo. Mas, neste ano, a América Latina ficou fora do mundo de Cannes. Nada pessoal. O diretor do Festival Thierry Fremaux conta que a seleção de Cannes é como uma fotografia, um instantâneo em forma e conteúdo do cinema mundial.

"Com relação à forma, o momento atual é muito difícil. Cento e vinte anos após o surgimento do cinema, nos encontramos em um mundo no qual o cinema não é mais o único vetor de imagens. Tem os vídeos na internet, as pessoas com smartphones... Todo mundo produz imagens hoje em dia", observa.

"Então, para o cinema continuar a existir, ele tem de se reinventar. E para o Festival de Cannes, a missão é continuar a exibir quem inventa novas linguagens, coisas mais radicais. É isso que nós fazemos nesta seleção. Com relação ao conteúdo, é um retrato do mundo atual porque os artistas são como nós: às vezes, tem coisas íntimas importantes, como o amor, a paternidade, coisas desse tipo que são abordadas. Mas também há o mundo que nos cerca e os cineastas não são indiferentes. O Festival de Cannes também não", garante Fremaux.

Confira abaixo a lista dos filmes que integram a 68ª edição do Festival de Cinema de Cannes:

Seleção oficial
Carol, de Todd Haynes
Dheepan, de Jacques Audiard
La Loi du Marché, de Stéphane Brizé
La Tête Haute, de Emmanuelle Bercot (Fora de competição - filme de abertura)
Louder than Bombs, de Joachim Trier
Macbeth, de Justin Kurzel
Marguerite et Julien, de Valérie Donzelli
Mia Madre, de Nanni Moretti
Mon Roi, de Maïwenn
Mountains May Depart, de Jia Zhang-ke
Sicario, de Dennis Villeneuve
Son of Saul, de László Nemes
The Assassin, de Hou Hsiao-Hsien
The Lobster, de Yorgos Lanthimos
The Sea of Trees, de Gus Van Sant
The Tale of Tales, de Matteo Garrone
Umimachi Diary, de Hirokazu Kore-Eda
Youth, de Paolo Sorrentino
Fora de competição
Divertida Mente, de Pete Docter e Ronaldo Del Carmen
Irrational Man, de Woody Allen
Mad Max: Estrada da Fúria, de George Miller
O Pequeno Príncipe, de Mark Osborne
Um Certo Olhar
Comoara, de Corneliu Porumboiu
Hrútar, de Grímur Hákonarson
I Am a Soldier, de Laurent Larivière
Journey to the Shore, de Kiyoshi Kurosawa
Madonna, de Shin Suwon
Maryland, de Alice Winocour
Masaan, de Neeraj Ghaywan
Nahid, de Ida Panahandeh
One Floor Below, de Radu Muntean
The Fourth Direction, de Gurvinder Singh
The High Sun, de Dalibor Matanic
The Other Side, de Roberto Minervini
The Shameless, de Oh Seung-Uk
Sessões de meia-noite
Amy, de Asif Kapadia
Office, de Hong Won-Chan
Sessões especiais
A Tale of Love and Darkness, de Natalie Portman
Amnesia, de Barbet Schroeder
Asphalte, de Samuel Benchetrit
Hayored Lema'ala, de Elad Keidan
Oka, de Souleymane Cissé

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.