Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/10 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 19/10 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 19/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Imprensa teve acesso a vídeo com os últimos instantes do avião da Germanwings

media Vídeo gravado pelo celular de um dos passageiros mostra os últimos instantes do voo 4U9525. REUTERS/French Interior Ministry/DICOM/Y. Malenfer/Handout NO AR

O jornal alemão Bild e a revista francesa Paris-Match informam nesta quarta-feira (1) ter tido acesso a um vídeo feito por um telefone celular dentro do Airbus A320, minutos antes do avião se chocar contra os Alpes franceses. A Justiça francesa, responsável pelas investigações, não viu as imagens e pede que o vídeo seja entregue às autoridades. Os presidentes da Lufthansa e da Germanwings, visitaram o local da tragédia, no sul da França.

O jornal alemão Bild foi o primeiro a revelar na manhã de hoje ter tido acesso a um vídeo mostrando os últimos instantes do Airbus A320 da Germanwings, antes do avião se chocar contra uma montanha nos Alpes franceses. Segundo o jornal, as imagens são autênticas e foram gravadas por um telefone celular de um passageiro. Elas mostram momentos de pânico, o que sugere que os passageiros tinham consciência da queda do aparelho.

A revista francesa Paris-Match também informou hoje ter visto as imagens, mas garantiu que não tem o vídeo de seis minutos de duração. O jornalista da revista afirma que a filmagem foi feita por um passageiro que estava no fundo do avião e que ela não traz nenhum elemento novo à investigação. O jornal Le Figaro informa em seu site que vários celulares foram encontrados entre os destroços do avião, mas ainda não foram enviados para análise.

O procurador de Marselha, Brice Robin, responsável pelo caso, disse não ter tido até agora acesso a nenhuma imagem da tragédia e fez um apelo às pessoas que tiverem o vídeo do acidente para entregá-lo à Justiça.

Visita ao local da tragédia

Os presidentes da Lufthansa e da Germanwings, filial de baixo custo da companhia aérea alemã, visitaram na manhã de hoje o local do acidente. Carsten Spohr e Thomas Winkelmann desembarcaram em Seyne-les-Alpes de helicóptero e o primeiro compromisso foi visitar o monumento erguido para lembrar as150 vítimas da tragédia.

Eles também prestaram homenagens às equipes que participam do resgate dos restos mortais dos passageiros e da tripulação, além dos destroços do aparelho. O presidente da Lufthansa disse ter ficado impressionado pelo profissionalismo das equipes francesas e demonstrou todo o seu reconhecimento pelo trabalho.

Ontem, a Lufthansa revelou que o copiloto Andreas Lubitz informou em 2009 ter tido uma grave crise de depressão, antes de entrar para a aviação. Ele é suspeito de ter derrubado o avião, no dia 24 de março.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.