Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 19/10 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 14/10 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 14/10 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Centenas de túmulos judeus foram profanados no leste da França

media Túmulos profanados no cemitério judaico de Sarre-Union, no leste da França, neste domingo (15). Reuters

Centenas de túmulos judeus foram profanados no cemitério judaico de Sarre-Union, no leste da França. A informação foi divulgada neste domingo (15) pelo ministro do Interior Bernard Cazeneuve.

O ministro do Interior condenou com firmeza "o ato horrível". “A República não vai tolerar este novo golpe que fere os valores compartilhados por todos os franceses”, disse Cazeneuve sem dar maiores detalhes sobre a profanação.

Tudo será feito para identificar e julgar os responsáveis, garantiu o ministro. Mesma promessa foi feita pelo primeiro ministro Manuel Valls que denunciou um “ato antissemita ignóbil que insulta a memória”.

Profanações anteriores

Esta não é a primeira vez que o cemitério judaico de Sarre-Union é profanado. Em 1988, cerca de sessenta lápides foram derrubadas e, em 2001, 54 sepulturas foram parcialmente destruídas.

Esse novo ato de vandalismo acontece pouco mais de um mês após os atentados de Paris, que visaram também um supermercado judaico, e menos de 24 horas após o duplo atentado de Copenhague. O ministro do Interior francês foi neste domingo à capital da Dinamarca prestar homenagem às vítimas dos ataques contra um centro cultural e uma sinagoga que deixaram dois mortos e cinco feridos.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.