Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 20/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Milhares de franceses protestam novamente contra casamento gay

media Organizadores afirmam que 500 mil saíram às ruas contra o casamento gay em Paris, mas polícia estima que apenas 70 mil participaram do protesto. REUTERS/John Schults

Pelo menos 70 mil pessoas participaram da marcha contra o casamento gay neste domingo (5) em Paris. Uma manifestação também foi realizada em Bordeaux, onde 7,5 mil pessoas saíram às ruas, segundo as autoridades.

Os organizadores da marcha afirmam que 500 mil pessoas participaram do protesto em Paris e que 30 mil saíram às ruas em Bordeaux. O principal cortejo, na capital francesa, saiu no início da tarde da Porte Dauphine, no oeste parisiense, em direção ao bairro de Montparnasse, no sul da cidade. Apesar do frio que marcou o domingo, famílias inteiras participaram da passeata carregando bandeiras da França e faixas azuis e rosa, as cores do movimento.

Alguns confrontos com a polícia foram registrados durante a marcha. Segundo as forças de ordem, grupos encapuzados, “entoando slogans antirrepublicanos” lançaram bombas caseiras nas ruas próximas do final do cortejo, mas nenhum incidente grave foi registrado. Mais de mil policiais foram mobilizados para garantir a segurança do protesto.

A mobilização é organizada pelo coletivo “Manifestação para todos” (Manif pour Tous), que adotou esse nome em oposição ao texto conhecido como lei do “casamento para todos” (Mariage pour Tous). Eles protestam contra o risco de uma ampliação dos direitos já concedidos aos casais homossexuais.

A nova legislação, votada em abril de 2013, permite o casamento gay na França e também dá aos casais do mesmo sexo o direito à adoção. Mas os manifestantes temem que o governo autorize os artigos referentes à reprodução assistida, que ficaram fora do texto em vigor.

Atualmente, a inseminação artificial é possível apenas para os casais heterossexuais e o uso de barrigas de aluguel é proibido no país. Outra questão que incomoda os manifestantes é a regularização das crianças filhas de casais do mesmo sexo nascidas fora do território francês a partir de um desses dois métodos.

Uma pesquisa de opinião divulgada neste fim de semana aponta que quase um terço dos franceses (31%) se sentem próximos dos valores do coletivo Manif pour Tous.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.