Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 27/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 27/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 27/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 26/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 26/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 26/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 26/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 26/06 09h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Polícia francesa expulsa migrantes acampados em Calais

media Captura vídeo do Campo de imigrantes na cidade de Calais, no norte da França que deve ser demontado pela polícia. france3.fr

A polícia francesa expulsou na manhã desta quarta-feira (2) 320 migrantes acampados ilegalmente na cidade de Calais, à espera de uma oportunidade para atravessar o Canal da Mancha e chegar à Inglaterra. Segundo o prefeito Denis Robin, a cidade executou uma decisão da Justiça.

Os 250 migrantes que deixaram o local estavam no principal acampamento, situado em uma área perto da zona portuária, onde são distribuídas refeições. Eles foram surpreendidos pelos policiais quando faziam fila para o café da manhã.

Segundo o prefeito da cidade, os migrantes serão ouvidos pela Justiça e a situação de cada um deles será analisada individualmente. Três militantes da ONG No Border, em português Sem Fronteiras, que trabalhavam no local, também foram detidos. Entre os migrantes expulsos estavam vários menores, de acordo com as autoridades francesas.

No total, 60 deles serão entregues para assistentes sociais. Segundo testemunhas, diversos policiais participaram da operação, que começou às 6h no horário local. “Estávamos dentro do local, os policiais chegaram, bloquearam todas as saídas, usaram gás lacrimogêneo e impediram as pessoas de escapar”, disse uma das trinta voluntárias presentes.

De acordo com ela, muitas pessoas dormiam no momento das prisões. Todos os acessos ao acampamento foram bloqueados pelos carros de polícia. Desde o final de maio, centenas de migrantes estão instalados no local. A maior parte deles, que tentava ir para a Grã-Bretanha, é originária do Afeganistão e da Síria. Eles são originários de outros três campos evacuados onde moravam cerca de 650 pessoas.

No dia 18 de junho, o prefeito de Pas de Calais disse que o pedido de asilo dos migrantes seria avaliado com « urgência. » Durante os cinco primeiros meses do ano, cerca de 3 mil clandestinos foram interceptados em Calais, contra 300 no mesmo período em 2013.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.