Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/08 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 18/08 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 18/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

François Hollande participa de posse do novo presidente do Mali

media Presidente francês,François Hollande. © TF1

Depois de ficar isolado na crise síria, o presidente francês, François Hollande, visita hoje um país onde a intervenção militar francesa foi bem-sucedida. Hollande vai ao Mali participar da cerimônia que marca o início do mandato do presidente Ibrahim Boubacar Keïta, eleito em agosto.

O líder francês se tornou um herói para os malineses, depois que o Exército francês conseguiu expulsar do norte do país extremistas islâmicos que ameaçavam tomar a capital Bamako.

Oficialmente, Ibrahim Boubacar Keita assumiu a presidência do Mali no último dia 4 de fevereiro, mas a cerimônia de posse acontece hoje. Hollande será o único líder ocidental presente ao evento, no estádio de Bamako, onde 55 mil pessoas são esperadas para celebrar o retorno da estabilidade política ao Mali. Ao todo, 26 chefes de Estado e governo estarão presentes, a maioria africanos, mas o presidente francês é o convidado de honra. Ele fará um discurso na cerimônia, antes do novo presidente malinês.

Depois do sucesso da intervenção militar francesa, as eleições presidenciais do mês de agosto encerraram com sucesso a primeira etapa da transição política no Mali. Mas o novo presidente Ibrahim Boubacar Keïta, que venceu as eleições com quase 80% dos votos, tem ainda muitos desafios pela frente.

O país ainda está dividido e Boubacar lançou um projeto de reconciliação nacional que visa principalmente com os rebeldes e tuaregues do norte do Mali. Ele também deve organizar em breve eleições legislativas.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.