Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/07 15h00 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/07 15h00 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Número de presos na França bate recorde

media Na França, 25% dos presos ainda esperam julgamento Getty Images/Doug Menuez

O número de presos no sistema carcerário francês bateu um novo recorde no início do mês de julho. Em todo o país, 67 373 pessoas estão presas, de acordo com estatísticas mensais da administração penintenciária.

O recorde anterior é do mês de abril, quando 67 073 pessoas estavam encarceradas. O parque penitenciário francês possui 57 408 lugares, com uma taxa de ocupação de 117,3%. Dos 67 373, 25% estão em espera de julgamento e 723 são menores de idade. A maioridade penal na França é atingida aos 18 anos de vida do cidadão.

Apesar do aumento do número de presos, a França ainda está longe dos quatro países com maior população carcerária do mundo. Respectivamente, Estados Unidos, China, Rússia e Brasil representam 52% du número de detentos no planeta. O Brasil, por sua vez, apresenta o maior crescimento da quantidade de presos : 450% a mais entre 1990 e 2010, enquanto que o número de brasileiros cresceu 26,7% no mesmo período. Somente o estado de São Paulo conta 173 mil encarcerados, o equivalente a um terço da população carcerária de todo o país.

Embora o número de vagas e penitenciárias tenha aumentado no Brasil, o país ainda apresenta um déficit de mais de 194 mil vagas. Atualmente, existem 498 500 presos para somente 303 850 lugares.

 
O tempo de conexão expirou.