Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 17/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 17/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 17/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 17/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Autolib, serviço de aluguel de carros elétricos, chega às ruas de Paris

media Autolib Foto Erika Olavarría / RFI

A prefeitura de Paris inaugura nesta segunda-feira o Autolib, um programa de compartilhamento de carros elétricos com o objetivo de diminuir o trânsito e a poluição na cidade. A assinatura vai custar 10 euros por dia e os turistas poderão beneficiar do serviço como os parisienses. Basta ter uma carteira de motorista reconhecida na França.

Depois de dois meses de teste, os carros elétricos desenvolvidos pelo grupo Bolloré chegam às ruas. A expectativa é de que até o final do ano, mais de 250 veículos entrem em circulação. Até 2012, mais de 1100 carros devem ser entregues e 1000 estações serão inauguradas em Paris e no subúrbio. O Autolib surgiu, segundo o prefeito de Paris, Bertrand Delanoe, como um serviço complementar ao velib, as bicicletas que funcionam em sistema parecido, lançado em 2007.

O Bluecar, proposto pelo Autolib, terá uma autonomia de 250 quilômetros e de quatro horas de bateria sem necessidade de recarregamento. Mas o uso deverá ser inferior a uma hora e a distância percorrida, de poucos quilômetros. Contrariamente ao velib, onde o usuário deve procurar uma vaga para deixar a bicicleta, no caso do Autolib, as estações terão um assistente à disposição dos motoristas. Para o diretor-geral do programa, Morald Chibout, “o objetivo é convencer as pessoas a adotarem um novo conceito: em vez de ter um carro, simplesmente utilizar um carro”, disse.

Para utilizar o Autolib, o usuário poderá optar por ‘fórmulas’ de 144 euros por ano, 15 euros por semana ou 10 euros por dia. Além do aluguel, será cobrada uma taxa de cinco a sete euros para a primeira meia-hora, quatro a seis euros para a segunda, e seis a oito para as horas seguintes. O investimento da prefeitura de Paris no projeto é de cerca de 35 milhões de euros.
 

 
O tempo de conexão expirou.