Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Domínio do francês será exigência para imigrantes, diz ministro

media O ministro francês do Interior, Claude Guéant, exige que imigrantes dominem a língua nacional REUTERS/Charles Platiau

Em entrevista a revista semanal L’Express, o ministro francês do Interior, Claude Guéant, declarou que ele exige o domínio do francês como condição para que estrangeiros vivam no país. O nível de conhecimento da língua nacional, segundo ele, deve ser comparável ao de um estudante que tenha completado a educação obrigatória. Na França, o ensino é compulsório até os 16 anos, o que corresponde a no mínimo 10 anos de escolaridade.

Como parte dessa política do governo para a imigração, o ministro teria acabado de assinar uma circular destinada aos prefeitos, que concedem os vistos e naturalizações aos estrangeiros, sublinhando a importância da língua francesa. No documento, ele pede que todos os critérios de assimilação sejam estritamente verificados. “Eu quero que a identidade da França e a escolha de vida dos franceses seja respeitada,” alega. A laicidade e igualdade entre homens e mulheres são outros princípios da república que devem ser compartilhados por quem quer se instalar no país.

Guéant já havia anunciado que em um ano reduzirá em 20 mil os casos de imigração legal. Todos os anos, o país recebe oficialmente 200 mil pessoas. Ele também fixou um objetivo recorde de reconduzir à fronteira 30 mil imigrantes em 2011.

A identidade nacional na França e o lugar dos imigrantes na sociedade atual é um tema que repercute na opinião pública e vem sendo longamente debatido na mídia e no mundo político. Ele será o foco de uma convenção do partido do presidente francês, Nicolas Sarkozy, o União por um Movimento Popular (UMP), que acontece em outubro deste ano.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.