Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 13/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 13/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 13/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 13/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 13/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 13/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 12/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 12/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Imagens do chefão do FMI algemado seriam proibidas na França

media O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional, Dominique Strauss-Kahn sendo escoltado por policiais na saída da delegacia de Nova Iorque. Reuters

As imagens do diretor gerente do FMI Dominique Strauss Khan saindo algemado e escoltado por dois policiais da delegacia do Harlem de Nova York chocaram os franceses e fizeram o Conselho Superior do Audiovisual, que regulamenta as atividades das rádios e tevês na França, fazer um apelo para que as emissoras de televisão do país tenham moderação na divulgação de imagens envolvendo pessoas indiciadas em uma investigação penal.

Nos Estados Unidos, a encenação montada para a imprensa poder registrar situações como a saída do chefão do FMI da delegacia de polícia algemado é considerada normal, mas na França, tal exposição seria ilegal.

O Conselho Superior do Audiovisual francês lembrou que uma lei aprovada no país em junho de 2000 reforça o princípio de presunção de inocência e garante aos suspeitos o direito de processar na justiça qualquer veículo que divulgue imagens deles algemados sem terem sido antes condenados.

No comunicado enviado à imprensa do país o Conselho do Audiovisual alerta que "o princípio da liberdade de expressão e do direito à informação nunca devem desconsiderar o fato de algumas imagens possam ser suscetíveis de provocar o desrespeito e atingir a dignidade das pessoas”.

Para muitos franceses as imagens de Strauss Khan na saída delegacia foram interpretadas como uma verdadeira humilhação. E ao se referir à cobertura mundial do caso, o jornal francês Libération diz que a força das imagens é capaz de transformar um suposto inocente em um suposto culpado.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.