Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 19/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Partido socialista francês sai fortalecido das eleições regionais

media A Frente Nacional, partido de extrema-direita, conseguiu 11% dos votos, o que pode complicar a possível reeleição do presidente Nicolas Sarkozy em 2012. Reuters

O Partido Socialista conseguiu 35% dos votos no segundo turno das eleições locais francesas, realizadas neste domingo. O pleito foi marcado mais uma vez pelo alto nível de abstenção, já que mais da metade dos eleitores não compareceram às urnas.

O segundo turno das eleições cantonais realizadas neste domingo na França confirmou o avanço dos socialistas e da extrema-direita no país, além do estancamento da direita no poder. O PS acumulou 35% dos votos em metade das regiões do país. O partido da maioria presidencial, UMP, conseguiu limitar a derrota, chegando em segundo lugar na votação, com 20% dos votos. Ao mesmo tempo, a Frente Nacional, de extrema-direita, confirmou sua tendência de crescimento, recolhendo 11% dos votos, o que pode complicar a possível reeleição do presidente Nicolas Sarkozy em 2012.

Como aconteceu no primeiro turno, a taxa de abstenção foi recorde, com mais de 55% de eleitores ausentes. A secretária-geral do PS, Martine Aubry, comentou a vitória com uma certa modéstia, dizendo que os franceses abriram o caminho para a mudança. “Os socialistas vão aproveitar a brecha”, declarou Aubry.

As eleições para escolher representantes dos departamentos foram os últimos testes antes das presidenciais de abril de 2012. Sarkozy, que enfrenta uma baixa de popularidade, pode tentar a reeleição contra rivais de esquerda que saíram fortalecidos neste domingo.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.