Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 15/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 15/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 15/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 15/06 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 15/06 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 15/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 14/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 14/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Novichok encontrado em apartamento de vítima estava em frasco de perfume

media Investigadores forenses, usando roupas de proteção, saem de John Baker House, depois que foi confirmado que duas pessoas haviam sido envenenadas com o agente nervoso Novichok, em Amesbury, Inglaterra, em 6 de julho de 2018 REUTERS/Henry Nicholls/File Photo

O Novichok, o agente nervoso que envenenou um casal de britânicos em Annesbury, no sul da Inglaterra, foi encontrado dentro de um frasco de perfume, de acordo com o irmão de uma das vítimas. Na sexta-feira (13), a Polícia britânica anunciou ter encontrado uma "pequena garrafa" que continha o veneno na residência de Charlie Rowley, em Annesbury. Foi nesse local que os serviços de emergência prestaram socorro a este homem, de 45 anos, e a sua parceira, de 44, Dawn Sturgess. Ela não resistiu aos efeitos e faleceu.

Segundo declarações de Matthew Rowley à rede BBC, seu irmão, ainda hospitalizado, contou-lhe ter recolhido um frasco de perfume na rua. A Scotland Yard não quis se posicionar a respeito. A vítima foi internada em 30 de junho em estado crítico. Seu quadro agora é melhor, e ele se encontra em situação "grave, mas estável", conforme os médicos.

O casal foi exposto ao mesmo tipo de agente neurotóxico usado contra o ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha em março, na cidade de Salisbury. A Grã-Bretanha e seus aliados acusam Moscou de tentar matar os Skripal, que sobreviveram, causando uma forte crise diplomática internacional.

Substância data da Guerra Fria

Novichok é um agente neurotóxico desenvolvido pela União Soviética durante a Guerra Fria. A polícia acredita que o casal tenha manuseado um objeto contaminado com uma alta dose da substância, embora não seja possível determinar se o produto provém do mesmo lote daquele usado contra o ex-espião russo e sua filha.

O governo britânico alertou na terça-feira (10) os moradores de Salibury e de Amesbury a não "pegar nenhum objeto estranho que contenha líquido ou gel", como recipientes, seringas, agulhas, cosméticos.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.