Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/07 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 15/07 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 15/07 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Emissões mundiais de CO2 devem aumentar 2% em 2017

media A COP 23, Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, ocorre em Bonn, na Alemanha, entre 6 e 17 de novembro. facebook.com/UNclimatechange

As emissões de gases poluentes, que ficaram estáveis entre 2014 e 2016, devem atingir um novo recorde neste ano, de acordo com um grupo de 80 pesquisadores do Global Carbon Project.

Os dados foram apresentados nesta segunda-feira (13) durante a COP 23, a Conferência para o Clima que acontece em Bonn, na Alemanha.

O motivo é que a China está poluindo mais depois de dois anos de recuo, segundo cientistas. A alta registrada no país é de 3,5%. Isso se deve ao crescimento econômico e ao consumo de carvão. A China é o maior poluidor do mundo, e representa 30% das emissões.

Esta conclusão contraria a ideia de que um pico de emissões já foi atingido. O Acordo de Paris assinado em 2015 prevê a redução das emissões de gases causadores do efeito estufa para limitar o aumento da temperatura da terra. Mas esse objetivo será dificilmente atingido.

“As emissões voltaram a subir, mais uma vez. É muito decepcionante”, disse a pesquisadora Corinne Le Quere, diretora do centro Tyndall para pesquisas sobre as mudanças climáticas da Universidade d’East Anglia, no Reino Unido.

EUA diminuem emissões

As emissões de gás carbônico dos Estados Unidos, o segundo maior poluidor mundial, por outro lado, vão diminuir 0,4% em 2017, uma baixa menor em relação aos últimos anos. Apesar desse contexto, o presidente Donald Trump decidiu retirar o país do acordo de Paris.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.