Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Atentado no metrô de Londres: polícia prende suspeito de 18 anos

media Policias patrulham região da estação de metrô Parsons Green, em Londres, depois do atentado de sexta-feira (15). REUTERS/Luke MacGregor

A polícia britânica anunciou neste sábado (16) ter realizado uma importante prisão com relação ao atentado no metrô de Londres. Um jovem de 18 anos foi detido na cidade de Douvres, sudeste da Inglaterra. 

"Realizamos uma prisão importante dentro das investigações [do atentado no metrô de Londres] nesta manhã", indica um comunicado da polícia de Kent, no sudeste da Inglaterra. O suspeito, um rapaz de 18 anos, foi preso na zona portuária de Douvres. 

Segundo os investigadores, o jovem está sendo interrogado pela polícia local, mas deve ser encaminhado a Londres o mais breve possível. "Ainda que estejamos satisfeitos com os progressos, as investigações continuam e o nível de alerta terrorista será mantido em crítico", reitera o comunicado.

O governo britânico elevou ontem o risco de novos atentados terroristas ao grau máximo - o que indica que novos ataques podem acontecer a qualquer momento. O ato, reivindicado pelo grupo Estado Islâmico, foi o quinto realizado no Reino Unido em apenas seis meses. 

Bomba artesanal

O atentado foi realizado em pleno horário de rush na linha de metrô District Line, às 8h20 da manhã locais (4h20 pelo horário de Brasília). Uma bomba artesanal explodiu dentro de um vagão na estação de Parsons Green, sudoeste de Londres. De acordo com um novo balanço de vítimas publicado neste sábado pelas autoridades britânicas, 30 pessoas ficaram feridas. Entre elas, apenas três continuam hospitalizadas, mas nenhuma corre risco de morte.

A polícia continua as buscas por suspeitos de envolvimento na explosão neste sábado. Segundo o serviço antiterrorismo de Londres, as investigações evoluem rapidamente. Imagens das câmeras de segurança no metrô foram fundamentais para a identificação de suspeitos.

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, disse à rádio britânica LBC que estava ocorrendo uma verdadeira "caça" para encontrar "o autor ou os autores do atentado". Já a primeira-ministra Theresa May indicou que a segurança foi reforçada em todo o país, uma medida que considera "proporcional e sentada". "As pessoas verão mais policiais armados no transporte público e em nossas ruas, dando proteção adicional", explicou.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.