Ouvir Baixar Podcast
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 18/11 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 18/11 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 18/11 08h30 GMT
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 17/11 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 17/11 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 17/11 14h00 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 17/11 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 17/11 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

23 cidades disputam sede de agências europeias que deixarão Londres após Brexit

media Sede da Agência Europeia de Medicamentos, em Londres Divulgação

Dezenove cidades apresentaram candidatura para receber a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) e oito para sediar a Autoridade Bancária Europeia (EBA), entidades que deixarão Londres em consequência do Brexit (saída do Reino Unido da União Europeia).

"O Conselho da União Europeia recebeu 27 propostas dos estados membros, de 23 cidades", afirma um comunicado dessa instituição. As capitais Bruxelas, Praga, Viena e Varsóvia desejam receber ambas agências.

Entre as candidatas para abrigar apenas a EMA estão Barcelona, Amsterdã, Viena, Copenhague e Bratislava. A lista se completa com Atenas, Bruxelas, Bucareste, Dublin, Helsinki, Sofia, Estocolmo, Malta, Varsóvia e Zagreb, além de Lille, Bonn, Milão e Porto.

Com menos pretendentes, a EBA conta com aspirantes de peso, como a alemã Frankfurt, atual sede do Banco Central Europeu (BCE) e da Junta Europeia de Risco Sistêmico, e Paris, que já conta com Autoridade Europeia de Valores e Mercados.

Luxemburgo, sede do Banco Europeu de Investimentos, e Dublin também sonham com a EBA.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.