Ouvir Baixar Podcast
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 22/07 09h30 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 21/07 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 22/07 09h33 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 21/07 09h36 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/07 09h57 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 21/07 15h00 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/07 15h06 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/07 15h27 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Negociador europeu do Brexit pressiona Reino Unido: "Não percamos tempo"

media Michel Barnier, negociador chefe da União Europeia para o Brexit REUTERS/Eric Vidal

A União Europeia não pretende adiar as negociações sobre o Brexit, saída do Reino Unido, apesar da incerteza política que prevalece no país, e se prepara “para todas as opções”, inclusive a ausência de acordo.

A declaração foi dada por Michel Barnier, o negociador chefe da União Europeia para o Brexit, em entrevista à edição desta quarta-feira (14) do jornal vespertino francês Le Monde.

As negociações devem começar no dia 19 de junho, mas o enfraquecimento da premiê britânica, Theresa May, que perdeu a maioria absoluta na Câmara dos Comuns após as eleições de 9 de junho, complica a situação.

O presidente francês, Emmanuel Macron, e May se encontram nesta terça-feira (13) no Palácio do Eliseu, em Paris, para um jantar de trabalho antes de assistir ao jogo amistoso entre França e Inglaterra.

"Estamos prontos, podemos começar a debater amanhã de manhã, esta semana ou no dia 19 de junho, como eu havia proposto. Na próxima semana, fará três meses que o artigo 50 foi ativado. Devemos trabalhar com os prazos fixados pelo tratado”, disse Barnier.

O negociador se disse preocupado em ter o mais rapidamente possível um parceiro para negociar. “Eu necessito uma delegação britânica e um chefe de delegação estáveis e responsáveis”, afirmou.

Interrogado sobre a possibilidade de um adiamento das discussões, Barnier diz que não vê “nem utilidade nem interesse”.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.