Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 17/01 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 17/01 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 17/01 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 17/01 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 17/01 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 17/01 08h30 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 13/01 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 13/01 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Após venda ao Santander, acionistas do Banco Popular entram com processo na Justiça

media Banco Popular foi comprado pelo Santander Divulgação

Quase 400 acionistas do Banco Popular espanhol apresentaram nesta quinta-feira (8) uma denúncia à Justiça, no dia seguinte da venda da entidade ao Santander por um euro simbólico, indicaram seus advogados.

A denúncia, à qual a AFP teve acesso, foi apresentada pela Associação Espanhola de Acionistas Minoritários de Empresas Cotizadas (AEMEC) à procuradoria anticorrupção da Audiência Nacional, alto tribunal especializado nesse tipo de caso.

A denúncia aponta "um possível delito de administração desleal" por parte da direção e "um possível delito contra o mercado e os consumidores", mediante o uso de informação privilegiada por parte de grandes acionistas.

Mais concretamente, o texto aponta para o empresário mexicano Antonio del Valle, que, junto com outros investidores de seu país, tinha uma participação de 4,13% no final de março, de acordo com os últimos dados oficiais disponíveis.

A denúncia formula a hipótese de que Del Valle e os outros acionistas mexicanos teriam manipulado propositalmente a ação, com o objetivo de obter "um ganho desmedido às custas do resto dos acionistas".

A AFP procurou o empresário por meio da Mexichem, uma empresa química de sua propriedade, mas não obteve resposta.

O secretário-geral da AEMEC, o advogado Javier Cremades, disse à imprensa que estão até o momento representados na denúncia 385 acionistas, a maioria "pequenos poupadores" que somam 3,5% do capital social do Popular.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.