Ouvir Baixar Podcast
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 18/11 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 18/11 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 18/11 08h30 GMT
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 17/11 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 17/11 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 17/11 14h00 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 17/11 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 17/11 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Últimas notícias
  • Estilista Azzedine Alaïa morre aos 77 anos em Paris
Europa

Milhares de pessoas protestam contra o Brexit em Londres

media Ruas de Londres foram tomadas por manifestantes em protesto contra o Brexit REUTERS/Paul Hackett

A quatro dias do lançamento oficial do divórcio do Reino Unido com a União Europeia (UE), que festeja seu 60º aniversário neste sábado (25), milhares de pessoas protestaram em Londres contra o Brexit. A passeata foi até o Parlamento de Westminster, alvo na quarta-feira (22) de um atentado que deixou quatro mortos.

Sob o lema "Unidos pela Europa" e "Parem o Brexit", cerca de 80 mil pessoas, segundo os organizadores, marcharam pelas ruas de Londres, apesar das medidas de segurança reforçadas. Com muitas bandeiras europeias azuis e estrelas douradas, os manifestantes exibiam faixas que diziam: "Amanhã os relógios atrasam uma hora. Na quarta-feira, os relógios atrasarão 40 anos", em referência ao horário de verão, que começa neste domingo na Europa, e o início oficial do processo do Brexit, na próxima semana.

Um minuto de silêncio também foi observado na Praça do Parlamento em homenagem às quatro pessoas mortas e aos cinquenta feridos por Khalid Masood, um britânico de 52 anos que atropelou vários pedestrer com o seu veículo na ponte de Westminster, antes de esfaquear um policial perto do Parlamento. “O meu passaporte diz que sou espanhola, mas meu coração é britânico", declarou Joan Pons, enfermeira que vive há 17 anos no Reino Unido e trabalha no serviço público de saúde.

A marcha coincide com o 60º aniversário do Tratado de Roma, texto que marca a criação da Comunidade Econômica Europeia (CEE), antecessora e semente da UE. A data foi celebrada na capital italiana pelos líderes políticos dos Estados-membros. A primeira-ministra britânica, Theresa May, não participou das comemorações.

Durante uma cerimônia solene, os representantes dos países da UE assinaram, parágrafo por parágrafo, o Tratado de Roma. O evento foi realizado na mesma sala onde foi assinado, em 25 de março de 1957, o texto constitutivo, marco inicial do bloco.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.