Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 19/10 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 19/10 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 19/10 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 19/10 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 19/10 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 19/10 08h30 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 15/10 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 15/10 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Papa aconselha que mães amamentem durante cerimônia do batismo

media O papa Francisco batizou 28 crianças neste domingo (8), na Capela Sistina. Reuters

O papa Francisco deu um conselho que agradou as mães neste domingo (8). Durante uma cerimônia de batismo na Capela Sistina, no Vaticano, o sumo pontífice disse que as mulheres não deveriam hesitar em amamentar seus filhos na igreja.

Simpático, o papa Francisco reconheceu que a celebração do batismo é longa e que os bebês poderiam ficar com fome e chorar. "Se isso acontecer, vocês, mães, devem dar o peito, sem medo, em toda simplicidade. Como Maria amamentava Jesus", afirmou.

Jorge Bergoglio batizou 28 crianças neste domingo, 15 meninos e 13 meninas, como acontece algumas vezes durante o ano. A cerimônia foi realizada na Capela Sistina, onde os cardeais entram em conclave para eleger o novo pontífice.

Sumo pontífice milita pela amamentação

Essa não foi a primeira vez que o papa Francisco defendeu a amamentação em público. Desde que iniciou seu pontificado, o papa vem apoiando a causa, além de se posicionar em favor das mulheres em questões como o perdão da igreja católica ao aborto. 

Em 2014 e 2015, também durante cerimônias de batismo no Vaticano, o sumo pontífice já havia dado o mesmo conselho às mulheres. "Eles são as pessoas mais importantes aqui", declarou, referindo-se aos bebês.

Já em 2013, o santo padre também falou sobre o assunto ao jornal italiano La Stampa, ao ser questionado sobre a situação das crianças que passam fome no mundo. Ao sugerir que as pessoas desperdicem menos alimentos, o religioso lembrou que as mães não devem hesitar em amamentar.

"Dia desses, na audiência geral, havia uma jovem mãe com um bebê de apenas alguns meses de idade. Quando passei por ela, percebi que a criança estava chorando. Eu disse: 'Senhora, eu acho que seu bebê está com fome'. Ela respondeu: 'Sim, é hora de mamar...'. E eu disse: 'Por favor, dê algo para ele comer!'. Ela estava com vergonha de amamentar na frente do papa", contou ao jornal La Stampa.

A atitude do santo padre é comemorada por ativistas que defendem a amamentação. Em muitos países, deixar o seio à mostra para alimentar os bebês ainda é um tabu.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.