Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/07 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Atentado em Berlim: polícia alemã investiga suspeito tunisiano

media Alemães prestam homenagens no local do atentado em Berlim, nesta quarta-feira, 21 de dezembro de 2016. REUTERS/Hannibal Hanschke

A polícia alemã busca um suspeito tunisiano depois da descoberta de um documento de identidade no caminhão que foi jogado contra um mercado natalino na noite desta segunda-feira (19), em Berlim, segundo informações da imprensa local.

Segundo os jornais Bild e Allgemeine Zeitung de Mainz, o homem teria entre 21 e 23 anos e é conhecido por pelo menos três nomes diferentes. O documento encontrado no caminhão foi expedido para um migrante ao qual foi negado o pedido de asilo na Alemanha. Segundo o site da revista Spiegel, o indivíduo é originário de Tataouine (sul da Tunísia). O documento foi expedido pelas autoridades locais de Kleve, uma cidade situada na fronteira com a Holanda.

Os investigadores encontraram o documento debaixo do banco do motorista, na cabine do caminhão, veículo que jogado intencionalmente contra uma feira natalina, causando a morte de 12 pessoas em Berlim. O grupo Estado Islâmico reivindicou o atentado.

O suspeito tunisiano possui antecedentes criminais, especificamente por um delito por lesões corporais, e é considerado perigoso por estar vinculado a uma grande rede extremista, segundo o jornal alemão Bild.

A polícia alemã também analisa digitais e vestígios de DNA encontrados no caminhão. As autoridades afirmam ter recebido mais de 500 informações sobre o autor do atentado, que continua foragido e que pode ou não ser o suspeito tunisiano procurado pelos policiais.

O governo alemão pede que a população permaneça vigilante e lembra que o responsável pelo ataque é perigoso e está armado.

 

 
O tempo de conexão expirou.