Ouvir Baixar Podcast
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 23/07 09h30 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 27/07 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 23/07 09h33 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 27/07 09h36 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 27/07 09h57 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 27/07 15h00 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 27/07 15h06 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 27/07 15h27 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Últimas notícias
  • Venezuela - Manifestação durante greve contra Maduro registra um morto
Europa

Caminhão invade feira de Natal em Berlim deixando ao menos 12 mortos

media Feira de Natal em Berlim onde aconteceu o atentado REUTERS/Fabrizio Bensch

Um caminhão lançado contra uma multidão em uma feira de Natal no centro de Berlim, nesta segunda-feira (19) à noite, deixou pelo menos 12 mortos e 48 feridos. O grupo Estado Islâmico reivindicou o ataque, segundo o jornal americano Washington Times.

 

O suposto motorista do caminhão foi preso, e o homem que estava no banco do passageiro morreu, segundo a polícia alemã.

A chanceler Angela Merkel disse que está "de luto", e a polícia pediu para que os berlinenses não saiam de casa nem divulguem boatos. O presidente francês, François Hollande, expressou sua solidariedade com o povo alemão. "Os franceses compartilham do luto dos alemães face a essa tragédia que abala toda a Europa."

Cena de caos

O atentado ocorreu em uma feira de Natal próxima à Igreja da Lembrança, que foi deixada em ruínas como um testemunho da Segunda Guerra Mundial.

"Eu ouvi um grande barulho e fui até a feira, onde eu vi uma cena de caos, com várias pessoas feridas", disse Jan Hollitzer, redator do jornal Berliner Morgenpost. "Foi muito traumatizante."

O Facebook ativou o "safety check", que permite que os internautas que moram em Berlim possam marcar se estão sãos e salvos.

O ataque lembra o atentado de Nice, que deixou 84 mortos em 14 de julho passado, quando um motorista lançou um caminhão sobre a multidão reunida para ver os tradicionais fogos da Festa Nacional na cidade do sul da França. Esse atentado também foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.