Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 13/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 13/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 13/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 13/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 13/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 13/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 12/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 12/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Grécia anuncia ajuda de € 617 milhões aos aposentados

media O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, restabeleceu o 13° aos aposentados que recebem pensões muito baixas. REUTERS/Michalis Karagiannis

O primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, anunciou nesta quinta-feira (8) uma ajuda excepcional aos aposentados de baixa renda, apesar do aperto orçamentário imposto pelos credores do país. O pacote tem o valor total de € 617 milhões.

Os aposentados gregos que recebem pensões inferiores a € 850 receberão o 13° este ano. Segundo Tsipras, a medida tornou-se viável graças ao superávit primário de 1,1% do PIB este ano. O resultado superou as expectativas dos credores, que exigiam 0,5%. Serão beneficiados pela medida 1,6 milhão de aposentados.

"Fiéis de nosso engajamento de apoiar os mais fracos, decidimos distribuir imediatamente o essencial do excedente das receitas de 2016", declarou o primeiro-ministro em cadeia de rádio e televisão.

Ilhas gregas serão poupadas de aumento de impostos

Tsipras anunciou a medida após mais um dia de greve geral contra a política de austeridade aplicada pelo governo da esquerda radical. O premiê, líder do partido Syriza, também anunciou ajuda financeira às ilhas gregas do norte do Mar Egeu, que têm recebido milhares de migrantes. Elas serão poupadas do aumento da TVA, o imposto sobre valor agregado cobrado na venda de bens e serviços.

O líder grego elogiou a decisão dos países da zona do euro, de reduzir o peso da dívida de Atenas a curto prazo. O enorme sacrifício imposto aos gregos nos últimos anos começa a dar resultados. A Grécia espera fechar 2017 com um superávit de 2% do PIB, descontados os juros.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.