Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/09 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 20/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Noruega adquire território em região estratégica do Oceano Ártico

media O arquipélago de Svalbard, no Oceano Ártico. Wikipedia

O governo norueguês anunciou nesta sexta-feira (21) a compra de um imenso território no arquipélago de Svalbard, no Oceano Ártico, uma região pela qual diversas empresas estrangeiras vêm demonstrando interesse crescente. 

Com 217,6 km2 de terras selvagens em latitudes de grande importância estratégica, o domínio de Austre Adventfjord tinha sido colocado à venda pelos seus proprietários, uma família norueguesa, no início de 2014. O local fica na ilha de Spitsbergen, perto de Longyearbyen, capital do arquipélago de Svalbard, conhecido como o “paraíso dos ursos polares”.

A operação vem gerando desde então todo tipo de especulações. Imprensa e especialistas apontam o interesse de investidores chineses e russos na região, rica em recursos naturais e onde o tráfego marítimo tende a aumentar em consequência da redução das placas de gelo flutuantes.

O advogado responsável pela transação, Erling Lyngtveit, afirmou à rádio NRK, em janeiro de 2016, que duas empresas estrangeiras tinham manifestado interesse no território, sem especificar quais seriam, nem a sua nacionalidade. A agência AFP tentou sem sucesso entrar em contato com Lyngtveit nesta sexta-feira. Finalmente, o governo norueguês decidiu adquirir as terras por 300 milhões de coroas, o equivalente a €33,5 milhões.

A ministra do Comércio e da Pesca da Noruega, Monica Maeland, explicou através de um comunicado oficial que a compra foi motivada principalmente "pela localização, perto de Longyearbyen" e pelo "desejo de que estas terras se tornem norueguesas".

Com um território duas vezes maior do que a Bélgica, o arquipélago de Svalbard se situa nos confins do Oceano Ártico, a 1,2 mil km do Polo Norte. Com soberania norueguesa, o arquipélago é regido por um tratado de 1920 que prevê acesso igualitário a todos os cidadãos dos países signatários.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.