Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 21/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 21/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 21/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 21/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Terremoto: moradores de Roma acordaram com camas tremendo

media Italianos deixaram suas casas durante a madrugada após o tremor. REUTERS/Remo Casilli

O terremoto que atingiu o centro da Itália na madrugada desta quarta-feira (24), foi sentido em Roma. O correspondente da RFI conta que, como outros moradores da capital, acordou com a cama tremendo. Assustada, a população foi para as ruas da cidade.

Rafael Belincanta, correspondente da RFI em Roma

Eram 3h36 da madrugada desta quarta-feira, quando a região central da Itália foi atingida por um forte terremoto de 6,2 graus na escala Richter. O epicentro foi a cidade de Accumoli, ao norte da região do Lácio, onde houve muita destruição. A cidade com maiores danos é Amatríce, na mesma província. Pescara del Tronto, na província das Marcas, também foi severamente atingida.

Nas primeiras horas após o terremoto principal, o prefeito de Amatrice Sergio Pirozzi declarou: “metade da cidade não existe mais”. As primeiras fotos ao amanhecer confirmavam o drama.

Réplicas também foram sentidas em Roma

Em Roma, o terremoto foi sentido praticamente em toda capital. Eu, no momento exato do terremoto, acordei com a cama que chocalhava muito forte, com um grande susto. Nós, moradores de Roma, também sentimos os tremores que se seguiram durante a madrugada, de 5,1 e 5,4 graus. Muitas pessoas saíram de casa e foram para as ruas. Não foram registrados danos na capital.

O Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV) localizou o epicentro do sismo principal a 4 quilômetros de profundidade entre as províncias de Rieti e Ascoli Piceno, distantes cerca de 150 km de Roma.

Mesmo potencial de destruição que o terremoto de Aquila

Especialistas do INGV afirmaram que o potencial de destruição do terremoto pode ser comparado ao terrível sismo que devastou a cidade de Aquila em abril de 2009, e deixou 309 mortos.

Coincidentemente, o horário do terremoto deste 24 de agosto foi praticamente o mesmo do de Aquila, que foi registrado às 3h32.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.