Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/08 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 18/08 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 18/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 17/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 17/08 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 17/08 09h33 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Parlamento da Catalunha aprova declaração para início de separação da Espanha

media Parlamento da Catalunha aprova resolução para iniciar o processo de separação da Espanha. REUTERS/Albert Gea

O Parlamento da Catalunha, com maioria absoluta dos independentistas, aprovou nesta segunda-feira (9) uma resolução para iniciar o processo de separação da região do restante da Espanha, com o objetivo de proclamar em 2017 uma república independente.
 

Os dois grupos independentistas da Câmara aprovaram, por 72 votos a favor e 63 contrários, uma resolução na qual "declaram o início do processo de criação do Estado catalão", que não ficará condicionado às decisões do Estado espanhol".

O chefe de Governo da Espanha, Mariano Rajoy, anunciou que apresentará um recurso ao Tribunal Constitucional para invalidar a resolução do Parlamento regional catalão. "Solicitarei a imediata suspensão desta iniciativa e de todos os seus efeitos", afirmou Rajoy poucos minutos depois da votação.

Desde o dia 15 de outubro, o presidente separatista da região da Catalunha, Artur Mas, está sendo processado por desobediência civil, por ter organizado em novembro do ano passado um referendo informal e sem validade legal sobre a independência da região.

No final de setembro, os partidos pró-independência da Catalunha ganharam as eleições regionais conseguindo o número de assentos necessários para governar, mas não conquistaram a maioria dos votos.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.