Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 10/12 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 10/12 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 10/12 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 10/12 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 10/12 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 10/12 08h30 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 08/12 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 08/12 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Nasce o segundo filho de William e Kate; bebê real é menina

media Anúncio oficial do nascimento do bebê real em frente ao St Mary's Hospital, em Londres. REUTERS/Cathal McNaughton

A duquesa de Cambridge, Kate Middleton, deu à luz uma menina na manhã deste sábado (2), em Londres, gerando celebrações em todo o Reino Unido. O segundo bebê do príncipe William com Kate se torna o quarto na sucessão do trono britânico. Mãe e filha passam bem, segundo declaração oficial do Palácio de Kensington.

Pesando 3,7 kilos, a menina nasceu precisamente às 8h34 do horário de Londres (4h34 em Brasília), na presença de William. As casas de aposta inglesas apontam os nomes de Alice e Charlotte como os mais cotados entre a opinião pública para batizar a irmã de George, primeiro filho do casal real.

A menina será a quarta na sucessão do trono, depois da Rainha Elisabeth II, seu filho mais velho, príncipe Charles, o neto William e o bisneto George. Imprensa e centenas de simpatizantes da família real correram para a frente do hospital St Mary logo cedo, se juntando a um grupo de fãs que acampava no local havia uma semana.

Houve gritos de celebração após o anúncio, com fãs gritando “É uma menina!”. “Estou muito feliz!”, contou Margaret Tyler, 71 anos, que vestia uma jaqueta nas cores da bandeira britânica. “William queria uma menina e Diana também. Acho que será ótimo para George ter uma irmãzinha”, completou ela, que também usava um broche em homenagem à princesa Diana, avó do novo bebê real falecida em 1997.

Outro fã da família real, John Loughery, disse: “Não consigo dizer o quanto estou feliz. É um sentimento adorável. Estou feliz pela família.” “Era exatamente o que estávamos esperando”, disse Kathy Martin, outra admiradora que vestia um chapéu rosa e dançava em frente ao hospital.

Princesa pode gerar 10 milhões de libras

O Palácio de Kensington disse que Kate deu entrada no hospital às 6h da manhã, ainda nos estágios iniciais do trabalho de parto, acompanhada por William. Assim que a notícia se espalhou, a hashtag #royalbaby se tornou a mais popular nas redes sociais, mostrando a popularidade da família real pelo mundo.

A gravidez de Kate havia sido anunciada em setembro de 2014 e a duquesa passou por momentos de enjôo severos, assim como na primeira gravidez. O casal planeja passar os primeiros dias de vida do bebê no Palácio de Kensington. Depois, devem viajar a Anmer Hall, onde vivem – uma mansão de 10 quartos no estado de Sandringham, no leste da Inglatera, propriedade da Rainha Elizabeth.

Estão previstos para hoje 62 tiros de canhão do alto da Tower of London e outros 41 no Green Park para celebrar o nascimento. A bandeira britânica será hastiada em todos os prédios públicos.

O nome do bebê deve ser revelado dentro de alguns dias. George ganhou nome depois de dois dias, enquanto o nome de William foi anunciado apenas uma semana depois. O recordista foi o príncipe Charles, que teve de esperar um mês para ser batizado.

Especialistas dizem que o bebê real poderá injetar 10 milhões de libras na economia britânica, sendo uma princesa algo especialmente lucrativo, já que ela poderá se tornar uma criadora de tendência no mundo da moda.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.