Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 24/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 24/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 24/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/06 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 23/06 09h33 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Bebê de William e Kate deve nascer só na próxima semana

media Fotógrafos e jornalistas já se preparam para chegada do bébé real em frente do hospital St. Mary de Londres. REUTERS/Luke MacGregor

A porta do hospital de St Mary em Londres está inundada de jornalistas desde a semana passada. O primeiro filho ou filha do príncipe William com a Duquesa de Cambridge pode nascer a qualquer momento no mesmo local onde a princesa Diana deu à luz a seus filhos cerca de 30 anos atrás. Mas algumas pistas apontam que o bebê não deve nascer antes da próxima semana.

Ulisses Neto, correspondente da RFI em Londres

Apesar de toda a expectativa, alguns indícios apontam quem o nascimento do bebê do príncipe William e de Kate Middleton  - que será o terceiro na linha successória britânica - só deve ocorrer na próxima semana.

A pista mais forte é o fato do príncipe William ter confirmado presença em uma partida beneficente de polo no interior da Inglaterra neste final de semana.

Enquanto isso, a imprensa inglesa especula sobre como será a chegada do mais novo integrante da monarquia do país. Entre as apostas estão o sexo e o nome da criança, que receberá o título de Príncipe ou Princesa de Cambridge.

Se tudo correr como o planejado, Kate fará parto normal, o que também gera discussões no país. As cesárias são consideradas procedimentos elitistas no Reino Unido. Mas existem grupos que defendem as mulheres que optam pelo parto cirúrgico.

Outro debate é sobre a amamentação. Embora Kate tenha indicado que pretende cuidar pessoalmente de seu bebê, o aleitamento materno nem sempre foi algo bem aceito entre a realeza.

O exemplo mais recente é da tia-avó de William, a princesa Margaret, que considerava a prática recomendada pelos médicos como algo de ‘mau gosto’.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.