Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Luta contra fraude fiscal domina cúpula europeia

media Primeiro ministro do Luxemburgo, Jean-Claude Juncker que participa da reunião em Bruxelas. REUTERS/Francois Lenoir

Os chefes de estado e de governo dos 27 países da União Europeia se reúnem na tarde desta quarta-feira, 22 de maio de 2013, em Bruxelas, para uma reunião de Cúpula sobre evasão fiscal. Em tempos de crise econômica e déficit em alta, os europeus querem recuperar os impostos de investimentos depositados em paraísos fiscais. A questão energética também está na pauta do encontro.

Esta será uma cúpula relâmpago, mas os temas discutidos são essenciais para reforçar o crescimento e a competitividade do continente em crise. Os 27 chefes de Estado e de governo da União Europeia vão tentar convencer a Áustria e o Luxemburgo a aplicar o mais rápido possível todas as leis do bloco de combate a fraude e a evasão fiscal.

Os dois países são os únicos integrantes que resistem a adotar a quebra do sigilo bancário e a troca automática de informações fiscais na União Europeia a todas as aplicações e fundos de investimentos, como poupança ou previdência privada. Os dois condicionam sua adesão à renegociação de acordos fiscais do bloco com cinco outros países europeus conhecidos como paraísos fiscais: Suíça, Andorra, Mônaco, San Marino e Liechtenstein.

Qualquer revisão da lei europeia sobre a luta contra a fraude e evasão fiscal, que impedem o bloco de recolher cerca de um trilhão de euros por ano, só pode ser aprovada por unanimidade.

Energia

A energia é o outro tema importante da cúpula de chefes de Estado e de Governo desta quarta-feira, em Bruxelas. A União Europeia tenta encontrar soluções para reduzir o custo energético no bloco. A busca de novas fontes de energia nacionais, como a polêmica exploração de petróleo e gás de xisto, para diminuir a dependência das exportações é uma prioridade.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.