Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 27/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 27/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 27/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 26/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 26/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 26/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 26/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 26/06 09h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Incêndios já destruíram 5 mil hectares de florestas em Portugal

media A situação na Ilha da Madeira foi controlada, mas dezenas de residências foram destruídas pelo fogo. REUTERS/Duarte Sa

Pelo menos 5 mil hectares de florestas já foram destruídos pelos incêndios que castigam Portugal há três dias. Mais de mil homens tentam conter o fogo, que atinge principalmente o sul do país e a Ilha da Madeira. Seis bombeiros ficaram feridos na madrugada de sábado para domingo.

Mais de mil bombeiros foram mobilizados para combater os incêndios que castigam há três dias o sul de Portugal e a Ilha da Madeira, duas das regiões mais turísticas do país. De acordo com os balanços mais recentes, pelo menos 5 mil hectares de florestas já foram destruídos.

Seis bombeiros ficaram feridos ao tentar conter as chamas na madrugada de sábado para domingo. As autoridades portuguesas disponibilizaram quatro helicópteros, quatro aviões e 250 veículos para combater o fogo.

Já na Ilha da Madeira a situação se acalmou durante a noite, mas 25 casas foram destruídas em Santa Cruz, a cerca de 20km da capital Funchal. Pelo menos 500 pessoas estão sem eletricidade há dois dias na ilha por causa dos incêndios e outras 40 foram hospitalizadas. Além dos 200 bombeiros locais, Lisboa enviou 80 homens para reforçar as operações.

As autoridades lançaram uma investigação para entender a origem dos incêndios. A pista de atos criminosos é cogitada pela polícia.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.