Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/04 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/04 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/04 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/04 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/04 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 19/04 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/04 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/04 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Promotoria pede que atirador norueguês seja preso em hospital

media O assassino Anders Behring Breivik sorri durante julgamento no Tribunal de Oslo, nesta quinta-feira. REUTERS/Berit Roald/NTB

A justiça da Noruega pediu que o extremista Anders Breivik seja internado em um hospital psiquiátrico. A promotoria estima que o atirador, que matou 77 pessoas no ano passado, é psicologicamente instável e não pode ser responsabilizado penalmente. O acusado fez mais uma vez a saudação nazista durante a audiência. A sentença final deve ser anunciada no mês de agosto.

A promotoria pediu que o atirador fosse internado, julgando-o inapto para ser preso. “Nós não estamos convencidos de que Anders Breivik seja penalmente irresponsável, mas temos nossas dúvidas, então pedimos que ele seja submetido a cuidados psiquiátricos em um estabelecimento fechado”, disse o procurador Svein Holden, responsável pelo processo.

Para justificar o pedido, a promotoria recorreu à perícia oficial feita por dois especialistas, que concluíram que o acusado sofre de “esquizofrenia paranóica”, um diagnóstico que, segundo o procurador, já é suficiente para criar uma hesitação sobre a sentença. Ao sair da audiência, Breivik sorriu e fez mais uma vez a saudação nazista diante da acusação.

Os juízes devem anunciar o veredito do caso no dia 24 de agosto. Se a corte discordar do pedido da promotoria, e considerar que a saúde mental de Breivik permite uma condenação penal, o atirador pode pegar 21 anos de detenção. Mas essa pena pode ser prolongada até a prisão perpétua se a justiça considerar que o acusado representa um perigo para a sociedade.

Breivik é julgado pela morte de 77 pessoas na Noruega no ano passada. Uma pesquisa de opinião divulgada nessa quinta-feira aponta que 75% dos noruegueses acreditam que o acusado é apto para ser condenado à prisão e não deve cumprir sua pena em uma instituição psiquiátrica.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.