Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 17/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 17/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 17/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 17/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Cerimônia homenageia vítimas de acidente de ônibus na Suíça

media Homenagem desta quarta-feira às vítimas do acidente de ônibus na Suíça, em cerimônia realizada em Lommel, na Bélgica. REUTERS/Sebastien Pirlet

A Bélgica realiza hoje uma cerimônia de homenagem às vítimas de um acidente de ônibus na Suíça, na semana passada, no qual 22 crianças e seis adultos, a maioria belgas, perderam a vida. A cerimônia ocorreu na cidade de Lommel, no norte do país, onde ficava a escola na qual estudava a maioria dos mortos.

O rei belga, Albert II, o príncipe herdeiro da Holanda, Willem-Alexander, e o primeiro-ministro belga, Elio di Rupo, participaram das homenagens, que contaram com a presença de mais de 5 mil pessoas. Seis das vítimas eram holandesas.

A cerimônia aconteceu em uma sala de eventos, onde foram colocados os caixões de 14 crianças da cidade e um dos dois acompanhantes que morreram na tragédia. Em silêncio, o rei e sua esposa, a rainha Paola, se inclinaram em frente aos caixões brancos, dispostos em semi-círculo, e apertaram as mãos dos pais das vítimas.

O coral Scala, de jovens da região e reconhecido internacionalmente, se apresentou durante o ato, seguido pelo grupo pop Clouseau, admirado pela juventude de Flandre, onde fica a cidade de Lommel. Alguns parentes de vítimas falaram em nome dos familiares e lembraram das últimas mensagens trocadas com as crianças, que passavam uma temporada de ski na Suíça. Ao retornarem à Bélgica, o ônibus na qual viajavam se chocou violentamente contra um muro de proteção de um túnel em Sierre, matando 28 pessoas a bordo do veículo.

Amanhã, outra cerimônia vai acontecer em Louvain, no centro do país, de onde vinham as outras vitimas da tragédia, inclusive os dois motoristas do ônibus. As mesmas personalidades devem participar do evento.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.