Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 13/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 13/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 13/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 13/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 13/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 13/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 12/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 12/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Europa

Londres em festa para o casamento real de William e Kate

media Kate Middleton e seu pai no Rolls Royce que os conduziu à Abadia de Westminster. Reuters

Terminou a cerimônia religiosa do casamento do príncipe William e Catherine Middleton, agora Duque e Duquesa de Cambdrige. Os noivos estavam radiantes. 1.900 convidados, entre monarcas, nobres, chefes de Estado e de governo, diplomatas, Vips e jovens amigos dos noivos lotaram a igreja.

A tradição de pontualidade dos britânicos marcou o início das festividades. Convidados, familiares e noivos chegaram à igreja pontualmente como previsto no protocolo. Kate Middleton entrou na Abadia de Westminster às 7h, no horário de Brasília, acompanhada pelo pai e ao som da música "I was glad", de Sir Charles Hubert Hastings Parry.

O mistério sobre o vestido da noiva, mantido até o último minuto, foi finalmente desvendado. Kate usa um vestido marfim, com detalhes de renda e um véu transparente, assinado pela estilista britânica Sarah Burton, da grife Alexander McQueen.

William, que chegou à igreja mais cedo acompanhado pelo irmão Harry, esperava Kate no altar. O príncipe está vestido com um uniforme vermelho da guarda irlandesa, em homenagem aos soldados britânicos desta brigada mobilizados no Afeganistão.

Cortejo

Terminada a cerimônia, os noivos saíram da igreja de carruagem em direção ao Palácio de Buckingham, passando em frente ao Parlamento, o Big Ben, Whitehall, a sede do governo britânico e seus ministérios, seguindo em direção a Trafalgar Square e The Mall, a grande avenida que leva ao Parque Saint James e ao Palácio de Buckingham. No percurso de 2 quilômetros, os noivos saudaram a multidão que começou a se posicionar desde a véspera para ver os noivos de perto e conseguir captar a melhor imagem desse primeiro grande casamento do século. Atrás da carruagem de William e Kate, outras quatro transportaram a família real e os familiares de Kate, escoltados pelo famoso regimento de cavalaria Household Cavalry.

As 9h25, no horário de Brasília, os noivos, a rainha Elizabeth II e familiares vão aparecer no terraço do palácio para saudar mais uma vez a multidão e trocar o beijo aguardado pelos fotógrafos de todo o planeta. O casamento terá duas recepções: um coquetel com champagne para 650 convidados, oferecidos pela rainha em Buckingham, logo após a cerimônia. Serão servidos 10 mil canapés nesse coquetel. No meio da tarde, os noivos terão um tempinho para descansar e depois vão para a festa oferecida pelo príncipe Charles, para 300 convidados mais íntimos.

Dois bolos, o tradicional bolo de frutas britânico, e um bolo de chocolate, o predileto do príncipe William, serão servidos. O bolo de frutas foi feito por Fiona Cairns, que tem como cliente o beattle Paul McCartney. Kate exigiu que o bolo fosse decorado com 16 flores, entre elas a rosa, símbolo da felicidade, o lírio, da ternura, e folhas de hera que simbolizam o casamento. O bolo de chocolate, o predileto de William quando era criança, preparado com os famosos biscoitos servidos no chá das cinco, leva a assinatura da confeitaria McVitie’s.

Custo da festa

Modernos e milionários, William e Kate não quiseram receber presentes de casamento, pedindo aos convidados que fizessem doações a instituições de caridade. O casamento deve gerar uma receita de 2 bilhões e 300 milhões de reais para a economia britânica, mas as perdas pelo feriado decretado superam esse ganho. A festa está custando 230 milhões de reais e é financiada pelas famílias dos noivos.

Na França, as televisões e rádios transmitem o casamento ao vivo. No canal M6, considerado um dos mais arrojados na cobertura, a ex-modelo brasileira Cristina Córdula, hoje âncora de um programa de moda bastante popular entre os franceses, divide a apresentação com mais dois comentaristas.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.