Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Torcida do PSG xinga Neymar, lembra caso de estupro e pede saída do atacante do clube

media Torcedores do PSG exibem a faixa "Neymar, vá embora", durante a partida de estreia do clube no Campeonato Francês, neste domingo 11 de agosto de 2019. FRANCK FIFE / AFP

O atacante brasileiro Neymar estampa as páginas dos jornais franceses desta segunda-feira (12). O motivo: a revolta da torcida organizada do Paris Saint-Germain sobre a vontade do craque de deixar o clube. Os protestos dos torcedores aconteceram na estreia do PSG no Campeonato Francês na noite desse domingo (11), em Paris.

"Neymar, vá embora" foi uma das muitas faixas contra o atacante exibidas pela torcida do PSG na noite de domingo. O clube parisiense venceu o Nîmes por 3 a zero pela Liga 1 e Neymar não entrou em campo, nem sequer apareceu no Parque dos Príncipes para apoiar os companheiros de equipe. Oficialmente, ele está fora de forma. Oficiosamente, comenta-se que finalmente foi encontrado um acordo para que ele deixe o clube.

Mesmo ausente do estádio, a torcida parisiense não escondeu sua revolta com a novela que já dura meses envolvendo o brasileiro. "Os torcedores não o querem mais", diz a manchete da seção de esportes do jornal Le Parisien desta segunda-feira. Para o diário, não há dúvidas de que a história de amor entre o PSG e Neymar terminou.

Le Parisien destaca que o Coletivo Ultras Paris, como é chamada a torcida organizada do PSG, pegou pesado no domingo. Além de xingamentos em espanhol contra o atacante (“hijo de p...”), os Ultras também exibiram uma faixa fazendo referência à acusação de estupro da modelo brasileira Najila Trindade contra Neymar, arquivada pelo Ministério Público do Brasil na semana passada. O diário lembra que esse sentimento de raiva dos torcedores contra um jogador de seu próprio clube era inédito até então na França.

Divórcio consumado

"O divórcio está feito", diz o jornal esportivo L'Equipe. Ninguém poderia imaginar que a lua de mel de agosto de 2017, quando o atacante desembarcou em Paris e era só declarações de amor ao PSG, terminaria desta forma, publica o diário.

Segundo L'Equipe, a gota d'água para os torcedores parisienses foi quando, no auge da novela, Neymar declarou que uma das melhores lembranças de sua carreira data de 8 de março 2017, o dia da famosa “remontada”, quando o Barcelona - clube no qual jogava na época - venceu o PSG por 6 a 1 na Liga dos Campeões.

"Como deve ter reagido Neymar ouvindo todos esses insultos e essa revolta? Sem dúvidas, muito mal", avalia L'Equipe. O problema, diz o jornal, é que se uma transferência para outro clube, como deseja o craque, não der certo, é difícil imaginar Neymar vestindo novamente a camisa do PSG...

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.